Cultura

Museu do Folclore realiza primeiro evento presencial após reabrir para visitação

A exposição, com trabalhos da artesã e artista popular Therezinha Mariano Pinheiro, foi aberta no dia 1º de março do ano passado

Publicado em 27/09/2021 às 17:04Atualizado há 27/09/2021 às 17:04
Território de Sonhos e Lembrança (Divulgação)

Território de Sonhos e Lembrança (Divulgação)

O Museu do Folclore de São José dos Campos comorou a reabertura da casa neste último domingo (26), com a exposição temporária ‘Território de Sonhos e Lembranças’, contextualizando plenamente sua participação na 15ª Primavera de Museus, cujo tema deste ano foi ‘Museus: perdas e recomeços’.

A exposição, com trabalhos da artesã e artista popular Therezinha Mariano Pinheiro, foi aberta no dia 1º de março do ano passado, mas com o fechamento do museu, em razão da pandemia, foi pouco visitada pelo público. Daí a decisão de reabri-la agora e com uma nova expografia e presença garantida da autora.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp: https://bit.ly/ovale-agora-5 & receba matérias exclusivas. Fique bem informado!

Therezinha Mariano também foi a protagonista de mais uma edição do projeto Museu Vivo, tendo participado de um bate-papo com a pesquisadora Tiane Tessaroto, que foi transmitido ao vivo pelo Facebook do museu. A conversa aconteceu justamente na área onde está montada a exposição temporária.

“Eu senti uma alegria muito grande, pois não esperava que o meu trabalho tivesse um valor cultural e fosse elogiado como está sendo. Me sinto feliz em poder mostrar o que sonho para a natureza, as minhas histórias”, declarou Therezinha durante o bate-papo com a pesquisadora.

Desenhos e bordados

Os bordados de Therezinha Mariano surgem a partir de desenhos que ela também faz e até viram contos. Eles retratam lembranças da sua infância, vivida na zona rural de Itapetininga (SP), onde tinha contato com a natureza e a vida selvagem. Já a arte de bordar ela aprendeu com a mãe e suas irmãs mais velhas.  

Dona Thereza da Pousada do Vale, como é conhecida no bairro onde mora, em São José dos Campos, veio para São José aos 19 anos, depois de se casar. Aqui formou sua família e hoje, aos 77 anos, vive na companhia de filhos, netos e nora.

Visitação

Tanto a exposição temporária como a permanente do Museu do Folclore, podem ser visitadas de terça a sexta, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 14h às 17h. O museu foi reaberto no último dia 21 e, desde então, passou a receber visitas espontâneas. As visitas em grupo serão agendadas em outro momento.

Assuntos

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: