Viver

Músico de Taubaté representa a região em seminário online do Iphan que debate registro do Choro como patrimônio brasileiro

Da Redação
17/05/2021 às 08:26.
Atualizado em 01/07/2021 às 01:07
Rogério Guarapiran, 38 anos, é o único representante do Vale no debate desta segunda-feira (Divulgação)

Rogério Guarapiran, 38 anos, é o único representante do Vale no debate desta segunda-feira (Divulgação)

O músico Rogério Guarapiran, de Taubaté, representa o Vale do Paraíba no seminário nacional online promovido nesta segunda-feira (17), às 19h, pelo Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular, órgão do Iphan (Instituto de Patrimônio Histórico e Artístico Nacional). A ação faz parte do processo de registro do Choro como Patrimônio Cultural do Brasil. A transmissão será pelo canal do órgão no Youtube e página do Facebook, no link:

https://www.youtube.com/watch?v=uUTcW36ZpI8

Em processo de registro, o Choro é tema de ciclo de eventos desde abril. O título é conferido pelo Iphan, autarquia federal vinculada ao Ministério do Turismo e à Secretaria Especial da Cultura.

Rogério Guarapiran, 38 anos, é o único representante do Vale no debate desta segunda-feira. “O objetivo dos seminários é compreender o Choro como manifestação cultural coletiva e identificar as relações que fazem parte e são constituídas por essa tradição musical”, explica ela. “Os seminários vão fornecer informações e elaborações para compor um dossiê de registro para ser apreciado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural para reconhecer a Roda de Choro como Patrimônio Cultural do Brasil”.

Dramaturgo, pesquisador e bandolinista, Guarapiran é formado em bandolim popular na EMESP- Tom Jobim, em São Paulo. Participou de grupos e conviveu em rodas de choro na Capital, Guarulhos, Campinas e no Vale do Paraíba.

É cofundador do Clube do Choro Waldir Azevedo, de Taubaté, junto com chorões experientes da cidade. O Clube atua, desde 2005, como um conjunto regional dedicado à pesquisa de obras de compositores e instrumentistas naturais ou radicados na cidade e no intercâmbio com grupos e chorões da região valeparaibana. O grupo tem dois discos produzidos: “Viva o Choro de Taubaté” e “Humberto 7 cordas: solista aos 80”.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por