André Aquino

Está frio por aí? Que tal uma receita para esquentar o seu final de semana?

Acostumada com o frio das montanhas, a chef, que mora há mais de 20 anos na Serra da Mantiqueira, ressalta o poder da gastronomia na nossa vida

André Aquino, chef de cozinha
19/05/2022 às 11:24.
Atualizado em 21/05/2022 às 00:41
Está frio por aí? Que tal uma receita para esquentar o seu final de semana? (Douglas Fagundes/Divulgação)

Está frio por aí? Que tal uma receita para esquentar o seu final de semana? (Douglas Fagundes/Divulgação)

Com esse frio que chegou chegando, a chef Anouk Migotto do Restaurante Donna Pinha, em Santo Antônio do Pinhal/SP, nos enviou uma receita que vai te ajudar a esquentar. 

Acostumada com o frio das montanhas, a chef, que mora há mais de 20 anos na Serra da Mantiqueira, ressalta o poder da gastronomia na nossa vida. “A previsão é de geada na Mantiqueira nos próximos dias e nada melhor do que um caldinho, uma sopa ou creme para ‘aquecer a alma’, diz Anouk. “Mas, claro, que será um prazer ainda maior recebê-los aqui no Donna Pinha”, acrescenta.  

A chef separou duas deliciosas receitas que valem a pena: cremes de palmito e de cebola – este último, inclusive, faz parte do seu livro “Donna Mantiqueira” que reúne 40 deliciosas receitas. Informações sobre o livro podem ser adquiridas pelo site: www.donnapinha.com.br ou @donna_pinha (insta).  

 CREME DE CEBOLA 

Ingredientes 

- 1 kg de cebola 

- 1 ½ litro de caldo de carne 

- 1 colher de (sopa) de azeite 

- 3 colheres de (sopa) farinha de trigo 

- 1 colheres (sopa) açúcar 

- 1 xicara de vinho tinto seco 

- Queijo gruyère ou emmental e uma torrada 

  

Modo de preparo: Corte as cebolas bem finas, o máximo que puder (aconselho passar pelo mandolim ou processador, mas não pode triturar para manter a crocância). Leve ao fogo com o azeite, e refogue mexendo sempre, à medida que for querendo grudar vá adicionando um pouco de água (mas bem pouco somente para não grudar). Quando estiver levemente dourando, adicione o açúcar e mantenha o processo de ir colocando um pouco de água para não grudar e queimar. Deixe que fique com uma coloração bem caramelo. Adicione a farinha de trigo com o vinho misturado à parte e o caldo de carne. Deixe que chegue à textura de um caldo espesso. Coloque a torrada com o queijo por cima e sirva em seguida. Dê uma leve torradinha no pão com o queijo antes de colocar no caldo, isto trará sabor ao prato.  

Pizza é sempre pizza 

A pizza é o produto mais vendido do mundo, com diversas variações, modos de fermentação, etc. A pizza que nasceu lá por 1600, em Nápoles, chegou ao Brasil com os imigrantes italianos. Se caminharmos pela nossa região, encontraremos infinitas pizzarias, de ótima qualidade em cada cidade. Só peço um favor: não consumam aquelas pizzas embaladas vendidas em supermercado, aquilo não é pizza.  

Em Lorena, encontramos a Battagini, em Guará a Papale Tutte, em Taubaté a Nolla Pizzaria, em São José dos Campos o Armazém, em Jacareí Mezzomo. Se faltou gente na lista? Muita gente. Mas, e você, qual sua pizzaria favorita?  

E fica aqui o reforço, não compre aquelas pizzas prontas de supermercado (risos)

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por