Vivacità

Societá: a coluna social de Vivacità, assinada por Patrícia Ellen

Patrícia EllenPublicado em 06/09/2021 às 13:08Atualizado há 07/09/2021 às 23:34
Societá (Reprodução)

Societá (Reprodução)

Estou honrada em assinar a Societá, nesta revista feminina do grupo OVALE, cujo trabalho admiro muito. Estou como secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, no Governo do Estado de São Paulo, no momento em que São Paulo se consolida como locomotiva do país, com crescimento econômico acima da média do país em 2019 e 2020. E a perspectiva de crescimento do PIB é de até 7,6% em 2021, segundo a Fundação Seade. 

Nasci na periferia de São Paulo, sou mãe de gêmeas e vi minha vida ser transformada pelo acesso a oportunidades. Por isso, busco combater desigualdades e defendo políticas de desenvolvimento inclusivas e inovadoras. Também luto pela presença de mais mulheres em cargos de liderança pública e privada. 

Na secretaria, trabalhamos pelo desenvolvimento econômico inclusivo, inovador e sustentável. Investimos em oportunidades, por meio de ensino técnico de qualidade, ensino superior inclusivo, fomento de oportunidades de emprego, empreendedorismo, além de apoio à ciência e à tecnologia de ponta. 

Patrícia Ellen (Divulgação)

Influencer

A empresária Cris Arcangeli circulou pelos corredores do Palácio dos Bandeirantes, em reunião sobre as Escolas Beautiful, e indagou a predominância masculina nos quadros de todos os governadores do Estado de São Paulo: Por que só homens? Fica a reflexão, nós mulheres podemos mudar esse cenário!

Alcance Digital 

Merece destaque a atuação do professor Rodolfo Azevedo, também presidente da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), que em dois anos, quintuplicou o alcance digital no país. Hoje são cerca de 250 mil alunos, sendo que 90% são da primeira geração de universitários da família, 57% são mulheres e 41% são negros e pardos.  

Resultados

Laura Laganá, superintendente do Centro Paulo Souza, comemora o alcance de 300 mil alunos da instituição, sendo que 70% dos novos estudantes das Fatecs têm renda familiar de até três salários-mínimos e 47% são mulheres; já Daniel Barros, subsecretário de Ensino Profissionalizante, festeja a expansão significativa da qualificação profissional e das matrículas em cursos técnicos.

Inclusão 

Sob o comando do reitor Vahan Agopyan, pela primeira vez, na USP (Universidade de São Paulo), mais da metade dos novos estudantes vieram de escolas públicas, com um aumento de 25% para 51,7%. Isso é motivo de comemoração porque uma das principais metas da secretaria de Desenvolvimento Econômico é a inclusão no ecossistema de ensino técnico e superior.

Vale do Silício

Ao lado da equipe, o diretor-presidente Jefferson Gomes celebrou em junho os 122 anos do Instituto de IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo). Ao mesmo tempo, sob liderança de João Doria, já é realidade a primeira fase do projeto IPT Open Experience, uma plataforma empresarial para desenvolver e incorporar inovação hardtech, novidade que trouxe inspiração para criar o “Vale do Silício brasileiro” na capital paulista.

Cidades Inteligentes

Em parceria com Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional, está lançada a primeira etapa do programa “Cidades Inteligentes”, que busca modernizar e otimizar o funcionamento de serviços públicos nos municípios paulistas, combatendo desigualdades. Nos bastidores, o tico e o teco, como somos chamados, pelo fato de um complementar a ideia do outro, já trabalham em novas parcerias. 

Empreendedorismo Feminino 

Bruna Barros, líder do RenovaBr (escola de formação política), e Wilson Poit, diretor-superintendente do Sebrae-SP estão satisfeitos com os resultados do Empreenda Rápido que já beneficiou 47 mil empreendedoras. Isso ressalta que as mulheres estão cada vez mais investindo no sonho do próprio negócio, pois com o lançamento do Empreenda Mulher, cerca de 10 mil mulheres já se formaram nos cursos oferecidos em diversas áreas.

Muito Trabalho

Sob liderança de Adriana Tedesco, subsecretária de Desenvolvimento Regional e Territorial, reconhecemos neste ano 67 novos Arranjos Produtivos Locais. Falando em conquistas, merece reconhecimento Eduardo Aranibar, ex-consultor da Mckinsey, que sob atuação dele, chegamos a 14 polos de Desenvolvimento Econômico reconhecidos, cobrindo mais de 400 municípios do Estado.

Retomada 

Com a liderança do vice-governador, Rodrigo Garcia, e com expectativa de lançamento

para o segundo semestre de 2021, está a caminho o Comitê de Retomada Regional,

que visa proporcionar o desenvolvimento da economia de cada região paulista.

Serão seis eixos: Qualificação de Mão de obra, Financiamento Competitivo,

P&D e Tech e Inovação, Infraestrutura e Serviços Públicos e

Desburocratização e Empreendedorismo.

Inclusão 

Sob o comando do reitor Vahan Agopyan, pela primeira vez, na USP (Universidade de São Paulo), mais da metade dos novos estudantes vieram de escolas públicas, com um aumento de 25% para 51,7%. Isso é motivo de comemoração porque uma das principais metas da secretaria de Desenvolvimento Econômico é a inclusão no ecossistema de ensino técnico e superior. 

Alcance Digital 

Merece destaque a atuação do professor Rodolfo Azevedo, também presidente da Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), que em dois anos, quintuplicou o alcance digital no país. Hoje são cerca de 250 mil alunos, sendo que 90% são da primeira geração de universitários da família, 57% são mulheres e 41% são negros e pardos.   

Liderança Feminina

Com a liderança da professora superintendente Laura Laganá, o Centro Paula Souza é a maior instituição estadual de ensino profissional gratuito da América Latina, com mais de 300 mil alunos, sendo que 70% dos novos estudantes das Fatecs (Faculdades de Tecnologia do estado de São Paulo) têm renda familiar de até três salários-mínimos e 47% são mulheres. 

Aniversário 

O diretor-presidente Jefferson Gomes celebrou em junho junto com a equipe os 122 anos do Instituto de IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas de São Paulo). À frente da entidade, Gomes tem realizado um trabalho de excelência, principalmente no que diz respeito a realização de pesquisas aplicadas à estruturação de políticas públicas 

Vale do Silício em SP

Sob liderança de João Dória, já é realidade a primeira fase do projeto IPT Open Experience, uma plataforma empresarial para desenvolver e incorporar inovação hardtech. Com esta notícia, surgiu a aspiração de criar o “Vale do Silício” brasileiro na capital paulista, tornando-a referência em tecnologia avançada e sustentabilidade.

Cidades Inteligentes

Em parceria com Marco Vinholi, secretário de Desenvolvimento Regional, está lançada a primeira etapa do programa Cidades Inteligentes, que busca modernizar e otimizar o funcionamento de serviços públicos nos municípios paulistas, combatendo desigualdades. Nos bastidores, o tico e o teco, como somos chamados, pelo fato de um complementar a ideia do outro, já trabalham em novas parcerias. 

Retomada 

Com a liderança do vice-governador, Rodrigo Garcia, e com expectativa de lançamento para o segundo semestre de 2021, está a caminho o Comitê de Retomada Regional, que visa proporcionar o desenvolvimento da economia de cada região paulista. Serão seis eixos: Qualificação de Mão de obra, Financiamento Competitivo, P&D e Tech e Inovação, Infraestrutura e Serviços Públicos e Desburocratização e Empreendedorismo.

Empreendedorismo 

O Empreenda Rápido, coliderado pela Subsecretária de Empreendedorismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Bruna Barros, mulher, negra, também líder do RenovaBr (escola de formação política), e pelo Wilson Poit, diretor-superintendente do Sebrae-SP, já beneficiou mais de 47 mil empreendedores, com cursos de qualificação técnica e empreendedora.

Empreendedorismo Feminino 

Falando em empreendedorismo, as mulheres estão cada vez mais investindo no sonho de ter o próprio negócio. Com o lançamento do Empreenda Mulher, com a oferta de crédito de R$ 50 milhões, cerca de 10 mil mulheres já se formaram nos cursos oferecidos em diversas áreas. 

Missão 

Daniel Barros, subsecretário de Ensino Profissionalizante e autor do livro "País Mal Educado - Por que se aprende tão pouco nas escolas brasileiras?" (Record, 2018), integra o time da secretaria de Desenvolvimento Econômico com a missão com a missão de expandir significativamente as matrículas em cursos técnicos e qualificação profissional. 

APLS

Sob a liderança de Adriana Tedesco, subsecretária de Desenvolvimento Regional e Territorial, reconhecemos neste ano 67 novos Arranjos Produtivos Locais. No total são aproximadamente 30 mil em todo o Estado, que juntos consolidam 27 mil empresas e 500 mil empregos. Em tempo, durante a pandemia foram lançados dois editais de chamamento público para projetos em APLs e Polos de Desenvolvimento, totalizando aproximadamente R$ 8 milhões.

Polos

Merece reconhecimento Eduardo Aranibar, ex-consultor da Mckinsey, que sob sua atuação, chegamos a 14 polos de Desenvolvimento Econômico reconhecidos, cobrindo mais de 400 municípios do Estado. Os polos representam cadeias produtivas integradas de ponta-a-ponta e concentram 81% do Valor de Transformação Industrial do Estado e 68% de todos os empregos de toda a Indústria.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: