Vivacità

Figuras inspiradoras falam sobre protagonismo em evento 'Mulheres em Movimento', em São José

Evento promovido pelo OVALE promove palestras e rodas de conversa sobre violência doméstica, protagonismo, empreendedorismo e mudanças na sociedade

Thais Perez
05/07/2022 às 16:21.
Atualizado em 06/07/2022 às 12:51
Empreendedorismo feminino: OVALE reúne mulheres da região para grande troca de experiências (Vitor Fracchetta/OVALE)

Empreendedorismo feminino: OVALE reúne mulheres da região para grande troca de experiências (Vitor Fracchetta/OVALE)

Com o objetivo de promover o protagonismo feminino na sociedade, OVALE promove nesta terça-feira (5) o evento 'Mulheres em Movimento' no Teatro Colinas em São José dos Campos. Reunindo mulheres da região para troca de ideias e experiências para propor soluções para problemas coletivos, o evento contou com palestras de vozes femininas inspiradoras.

Kátia Vaskys, ex-presidente da IBM no Brasil fez palestra de abertura. Ela contou sua experiência de liderança em ambientes majoritariamente masculinos. "Quando cheguei a minha primeira posição executiva, neguei minha feminilidade. Para me destacar achava que tinha que ser somente reconhecida pela minha competência", contou ela aos convidados do evento.

Kátia Vaskys, ex-presidente da IBM (Raquel Marques)

"A primeira atitude em um ambiente predominantemente masculino é ficar nessa paranóia de ser muito melhor do que qualquer outra pessoa", afirma. Formada em Comunicação Social, Kátia conseguiu espaço pela sua especialização em dados e foi abraçada pela área de tecnología da informação.

Ela reforçou a importância da união feminina e criação de ambientes de conversa e segurança para mulheres em empresas."Foi a maternidade que despertou em mim a necessidade de colaborar com outras mulheres. Não vamos ter sucesso com a pessoa do nosso lado lá para baixo", completou.

Em seguida, a advogada Luciana Terra Villar do projeto Justiça de Saia e Justiceiras, Brunielly Lemos, presidente da associação Transbordamos, Lucimar Ponciano, ex-vereadora de Jacareí e primeira mulher a assumir a presidência da câmara de vereadores de Jacareí) e a juíza Márcia Loureiro, da Vara da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher da Comarca de São José dos Campos participaram do primeiro painel em uma conversa sobre o protagonismo feminino.

O projeto Justiceiras já atendeu 11 mil mulheres no Brasil, que tiveram assistência jurídica gratuita em casos de violência doméstica. "Quando uma mulher é violentada, todas nós somos", afirma a advogada Luciana. Complementando a fala, a juíza Márcia Loureiro explicou como funciona seu trabalho na promotoria. "Além da coragem, a mulher precisa de apoio, porque muitas vezes a dependência é psicológica ou financeira. A diferença será feita se cada um fazer sua parte", explica.

Brunielly falou sobre as violências que sofreu durante sua trajetória como mulher trans. "A gente finge que não vê a violência, mas devemos falar sobre ela. Precisamos tomar a responsabilidade de que a violência de género é da nossa conta", afirma.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por