Invenções

10 invenções e descobertas feitas por mulheres e que você (provavelmente) não sabia

Wi-fi, GPS, filmes 3D e até mesmo o GIF só foi possível graças a descobertas de mulheres

Maria Luiza Machado
11/10/2021 às 15:20.
Atualizado em 11/10/2021 às 15:21
Valerie Thomas com sua invenção de aparência tridimensional (Divulgação/NASA)

Valerie Thomas com sua invenção de aparência tridimensional (Divulgação/NASA)

Existem itens do nosso dia a dia que se tornaram indispensáveis, não é mesmo? Como por exemplo computadores, Wi-Fi e GPS. Ou até mesmo coisas que fazemos uso nos finais de semana ou momentos de descanso para nos divertimos, como ir ao cinema para assistir um filme 3D com a família, ou mandar um GIF para um amigo através do aplicativo de mensagens.

Mas você já parou para pensar quem teve a brilhante ideia de criar as invenções? 

Todos os itens citados foram inventados ou teorizados por mulheres. Confira uma lista de 10 invenções feitas por mulheres e que você (provavelmente) não sabia. 

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-9

1. Comunicação sem fio – Hedy Lamarr

Você provavelmente conhece a atriz Hedy Lamarr, que ficou mundialmente famosa pelo filme “Ectasy”, lançado em 1933, porém, algo que talvez você não saiba é que a moça também era inventora.

Durante a Segunda Guerra Mundial, em companhia com o compositor George Antheil, ela conseguiu desenvolver uma tecnologia de “salto de frequência”, que impedia que rádios militares fossem grampeados.

Ela chegou a enviar a sua patente para a Marinha dos Estados Unidos, mas o documento foi arquivado. Tempo depois, tecnologias começaram a ser desenvolvidas baseadas em seu projeto, porém Hedy Lamarr nunca havia recebido o crédito pelas invenções. 

Em 2000, pouco antes de sua morte, um pesquisador revelou as pessoas a patente original, que concedeu a inventora o prêmio “Eletronic Frontier Foundation Award”.

Atualmente, muitas tecnologias só são possíveis graças a criação de Lamarr, como por exemplo Wi-Fi, Bluetooth e GPS.

2. A origem das telecomunicações – Shirley Ann Jackson

Shirley Ann Jackson foi a primeira mulher negra a conquistar um PhD em uma das melhores universidades dos Estados Unidos, o MIT (Massachusetts Institute of Technology), mas suas conquistas não pararam por aí! 

A moça também foi responsável pela pesquisa que deu origem às telecomunicações.

A partir de suas descobertas, na antiga AT&T Bell Laboratories, coisas como Fax portátil, telefone e cabos de fibra óptica, puderam ser criadas.

3. Software de computadores – Grace Murray Hopper

Grace Murray Hopper foi uma analista de sistema que trabalhou por dez anos na Marinha dos Estados Unidos. Durante esse período, ela desenvolveu a linguagem de programação Flow-Matic, que foi a primeira a ser adaptada para o inglês.

Apesar de hoje, essa ser uma linguagem extinta, serviu como base para a criação do COBOL (Common Bussiness Oriented Language), usado até hoje em processamento de bancos de dados comerciais.

Dessa forma a inventora é conhecida como “Vovó do COBOL”, por ter desenvolvido a base para a criação.

4. Energia solar – Maria Telkes e Eleanor Raymond

Uma das maiores preocupações cientificas atuais são a invenção de fontes de energia renováveis, para o bem do meio ambiente, mas talvez você não ainda não saiba que duas mulheres foram as pioneiras na tecnologia de energia solar.

A biofísica Maria Telkes, em parceria coma arquiteta Eleanor Raymond, construíram em 1947, a primeira casa com sistema de aquecimento solar.

Para chegar aos resultados finais, a pesquisadora trabalhou por 14 anos no MIT, e realizou com o tempo, diversos avanços no estudo de energia solar.

5. Bote salva vidas – Maria Beasley

Durante o século XIX, os botes salva vidas disponíveis em barcos e cruzeiros, não passavam de placas de madeiras com remos. Porém, em 1882 a inventora Maria Beasely pensou que já era a hora das pessoas pararem de morrer de forma trágica em acidentes marítimos.

A empreendedora criou então os botes salva-vidas modernos, compactos, à prova de fogo, fácil uso e com placas de metal capazes de boiar e navegar longas distâncias de forma segura.

Sua invenção teve eficiência comprovada durante o desastre do Titanic, que conseguiu evitar que centenas de pessoas morressem.

6. Colete à prova de balas – Stephanie Kwolek

A química Stephanie Kwolek, inventou em 1965, um material que batizou de Kevlar, uma fibra polimérica cinco vezes mais resistente que o aço, porém extremamente leve. 

Hoje, esse material é utilizado em coletes à prova de balas, roupas esportivas e em pneus resistentes a furos.

7. Animação em GIF - Lisa Gelobter

Quem nunca mandou ou recebeu um GIF ou figurinha animada de um colega, amigo ou familiar? Essa imagem utilizada para se expressar na internet na verdade foi criada por Lisa Gelobter.

A cientista da área de computação foi responsável pela criação da animação on-line, que posteriormente iria dar origem ao GIF.

8. Cinema 3D – Valerie Thomas

A física Valerie Thomas, criou e patenteou em 1980, o transmissor de ilusão, dispositivo que simula a aparência tridimensional de qualquer objeto. A invenção foi posteriormente utilizada pela Nasa.

Hoje essa invenção foi a grande responsável para originar os filmes e tecnologias 3D que gostamos tanto.

9. Algoritmos – Ada Lovelace

Ada Lovelace era uma matemática que trabalhou junto com Charles Babbage, na construção de uma máquina analítica. Em 1843, a moça escreveu notas sobre como um dispositivo teceria padrões algébricos "assim como o tear de Jacquard tece flores e folhas", tornando-se a primeira programadora do mundo.

Historiadores, analisando correspondências trocadas entre Ada e Charles, chegaram a conclusão que as anotações eram mesmo da pesquisadora.

10. Cerveja

Após ano de pesquisa, a historiadora e sommelier inglesa, Jane Peyton, chegou a conclusão que a cerca de dois séculos a cerveja, era (em todos os sentidos) coisa de mulher.

Segundo a pesquisadora, a cerveja era vista desde sua criação como alimento, e estava inclusa na lista de “tarefas domésticas” exclusiva de mulheres. Em pouco tempo a cerveja passou a ser uma bebida feita por mulheres também pelo fato delas conhecerem os segredos das diversas receitas e basicamente fabricarem uma bebida melhor.

Na Mesopotâmia e na Suméria há pelo menos 7 mil anos eram justamente esses conhecimentos especiais e exclusivos que faziam da cerveja uma invenção exclusivamente das mulheres, que também tinham o monopólio da administração das tabernas – sim, os bares da época eram lugar “de mulher”.

Não é por acaso que, de modo geral, nas sociedades antigas a cerveja era considerada um presente de uma deusa – e nunca de um deus masculino.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por