Fraude

Sessão Extra: Chega a R$ 204 mil valor que sindicato terá que devolver a servidores

Ao todo, 14 funcionários da Prefeitura de Taubaté já obtiveram decisões judiciais favoráveis em processos contra o Sindicato dos Servidores, por descontos abusivos para o pagamento do plano de saúde

Da Redação
03/12/2021 às 21:21.
Atualizado em 03/12/2021 às 21:21
Palácio do Bom Conselho, sede da Prefeitura de Taubaté (Divulgação/PMT)

Palácio do Bom Conselho, sede da Prefeitura de Taubaté (Divulgação/PMT)

Justiça

A Justiça condenou o Sindicato dos Servidores Municipais de Taubaté a ressarcir mais três funcionários da Prefeitura por valores abusivos descontados de seus salários para o pagamento do plano de saúde.

Valor

Pela soma das novas decisões, o sindicato terá que devolver R$ 25,5 mil aos servidores, além de pagar um total de R$ 18 mil de indenização por danos morais.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-20

Repetição

Com as novas sentenças, já são pelo menos 14 os funcionários da Prefeitura de Taubaté que obtiveram decisões favoráveis da Justiça em ações movidas contra o sindicato. No total, o valor a ser pago pela entidade sindical já chega a R$ 204,7 mil.

Intermediação

O Sindicato dos Servidores intermediou o plano de saúde dos funcionários da Prefeitura entre 2013 e agosto de 2020, quando foi descredenciado.

Fraude

De acordo com o Ministério Público, o Sindicato dos Servidores desviou ao menos R$ 2,319 milhões entre janeiro de 2016 e outubro de 2019. A entidade, que nega a fraude, diz que não comenta casos judiciais em andamento. Além das ações movidas pelos servidores (são pelo menos 40), o sindicato também é alvo de processos por parte da Promotoria e da Prefeitura de Taubaté.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por