Brand

Sede da Ball, líder em embalagens sustentáveis de alumínio no mundo, chega a São José dos Campos

Mudança para a região foi pautada na sustentabilidade do negócio e melhoria da qualidade de vida dos colaboradores

Publieditorial
24/08/2020 às 09:38.
Atualizado em 24/07/2021 às 15:24
Ball Corporation aposta em São José dos Campos (Divulgação)

Ball Corporation aposta em São José dos Campos (Divulgação)

A sede sul-americana da Ball, líder mundial em embalagens sustentáveis de alumínio, acaba de mudar para São José dos Campos, visando ampliar os seus esforços de inovação e sustentabilidade. As atividades foram iniciadas este mês e a operação no novo escritório está começando de maneira gradual e reduzida, respeitando todos os protocolos de segurança estabelecidos pelas autoridades de saúde.

Desde que entrou no Brasil com a compra da Rexam, em 2016, a empresa tinha sua sede na cidade do Rio de Janeiro, mas a decisão de mudar não foi à toa. A mudança para a região foi pautada na sustentabilidade do negócio, melhoria da qualidade de vida dos colaboradores, além de proximidade a clientes e a outras operações da própria Ball na região.

Com a migração para o interior, a companhia trará uma boa infraestrutura para os negócios, além de fortalecer ainda mais a união com a região do Vale do Paraíba, que existe desde 2018, com seu centro de serviços compartilhados (Global Business Services) em São José dos Campos, e de uma de suas plantas de latas em Jacareí (SP), unidade que abriga o Can Experience – maior centro de design de latas do mundo.

Tendo a inovação como um de seus principais pilares, a Ball chega à cidade almejando contribuir com os demais esforços de desenvolvimento da região, que se destaca pelo pioneirismo no incremento de novas tecnologias, um Parque Tecnológico com mais de 300 empresas, excelente infraestrutura, fácil acesso às capitais Rio e São Paulo, fora a sua grande força econômica.

Carlos Pires, presidente da Ball América do Sul, conta que a estratégia foi bastante estudada e que o maior legado que a Ball traz é o investimento na região e geração de empregos. A Ball Corporation emprega 18,3 mil pessoas no mundo todo e apresentou receita líquida de US$ 11,5 bilhões em 2019. Com a nova sede, a empresa passa a mais de 1100 empregos diretos e indiretos no Vale do Paraíba.

“Essa mudança vai beneficiar a nossa companhia em todos os sentidos, por se tratar de uma região que possui uma histórica vocação tecnológica, ótima localização e qualidade de vida. Vamos estar mais próximos da operação de nossos clientes, fornecer aos nossos funcionários qualidade de vida e também gerar empregos na comunidade”, afirma.

Visando ser uma grande parceira, a empresa assume ainda um compromisso com a comunidade do Vale do Paraíba, realizando importantes investimentos, como o patrocínio ao São José Basketball – equipe masculina de basquete da cidade – e apoio ao projeto Robótica e Cidadania, do Instituto Alpha Lumen, que promove ações para aproximar jovens e crianças das ciências e da tecnologia, como por exemplo, um laboratório itinerante que leva ensinamentos de robótica aos estudantes da rede pública. As crianças e jovens do projeto poderão ainda participar do Torneio Brasileiro de Sustentabilidade, que tem o objetivo de implementar melhorias em qualquer etapa do processo de reciclagem, desde a coleta ao descarte. As melhores ideias serão premiadas ao fim da competição.

Em tempo, a Ball é a produtora da embalagem mais sustentável da cadeia de bebidas, já que a lata de alumínio, que só no Brasil tem um índice de reciclagem de 97%, é também 100% reciclável, ou seja, pode ser reciclada infinitas vezes sem perder suas qualidades no processo de reaproveitamento. Para se ter uma noção, a partir do momento que sai do supermercado, a lata demora apenas 60 dias para estar de volta às prateleiras. Além disso, por ser prática e versátil, podendo ser consumida em qualquer lugar, e segura, já que não quebra e é inviolável, a latinha está revolucionando o mercado, atraindo novas categorias de bebidas, como vinhos, espumantes e drinks.

Vale lembrar que o País é o terceiro maior produtor de latas de alumínio no mundo, atrás apenas da China e dos Estados Unidos. O mercado é tão promissor que, só no ano passado, cerca de 29,6 bilhões de unidades foram vendidas aqui.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por