OVALELab.com Univap

Sob pressão, Facebook anuncia mudança de nome e conceito que promete revolucionar experiência online

Gabriela Pacheco e Patrick C. Santos
11/12/2021 às 01:56.
Atualizado em 11/12/2021 às 01:56

Enfrentando uma forte queda de popularidade mediante pressão de congressistas referentes aos escândalos de coletas não consensuais de informações, vazamento de dados e abusos à privacidade do usuário em suas plataformas virtuais, o Facebook anunciou uma mudança de nome e conceito que, para além de transformar-se em ‘Meta’, promete indicar um norte para um futuro cada vez mais conectado com a construção de um verdadeiro “metaverso”.

Mark Zuckerberg, CEO da [agora] Meta explicou, em um vídeo introdutório às mudanças empresariais de sua companhia, que o nome escolhido reflete a nova cara da empresa. Ressaltando seu interesse pela linguagem grega, Zuckerberg diz que a ideia veio da literal tradução da palavra “meta”, que significa algo como “além”, em português.

 “Para mim, isso simboliza que há sempre mais a se construir. Há sempre um novo capítulo para uma estória (...) O futuro será além do que podemos imaginar”, afirmou.

Partindo da premissa de melhorar diretamente a experiência de seus 2,9 bilhões de usuários, o antigo conglomerado tecnológico do Facebook passa a renegar a alcunha de uma organização focada singularmente na criação, administração e dominação das redes sociais. A Meta, agora, busca o reconhecimento por ser uma das maiores pioneiras em evoluir a tecnologia até o ponto inimaginável para integrar, cada vez mais, a comunicação interpessoal de seus clientes.

“Não é essa a maior promessa da tecnologia; poder estar junto de qualquer um, pode teletransportar para qualquer lugar e criar uma experiência com qualquer coisa?”, disse Zuckerberg, anunciando seu projeto de metaverso, exemplificando o conceito de expansão de horizontes que a empresa passa a ter e a propor. 

“Aqui estamos nós, em 2021, e nossos aparelhos seguem direcionados para aplicativos, e não pessoas. Esse não é o jeito que devemos usar tecnologia”.

FUTURO.

Mais próximo da realidade do que parece, Meta firma seu maior objetivo com a exploração do mundo virtual, mas, além disso, a implantação deste no mundo físico. Esse futuro pode alterar o futuro.

Expondo a superficialidade das tecnologias atuais e a necessidade de expandir estes mecanismo para um âmbito mais antropocêntrico, ou seja, focado nos humanos, o metaverso promete, mesmo que de forma ainda subjetiva e ampla, alterar a relação entre homem e máquina. “Nossa missão continua a mesma; ainda é sobre manter as pessoas unidas. Nossos aplicativos e nossas marcas não vão mudar. Nós continuamos sendo uma companhia que projeta tecnologia para pessoas, mas agora nós temos um novo norte: trazer o metaverso à vida”, disse o CEO da Meta.

Com a imagem cada vez mais em queda no cenário empresarial global, a expansão comercial e o apagamento do nome ‘Facebook’ pela ‘Meta’ pode ser visto como uma tática para limpar a má impressão deixada ao longo dos anos, e, também, reinventar a menira como conhecemos as redes sociais.

Nessa edição de OVALELAB.COM Univap, você terá um vislumbre ao perceber que as sociedades futurísticas das obras ficcionais está mais próxima do que você imagina. Seja lá para onde a virtualidade caminha, você está pronto para caminhar até esse futuro?.

 Especialista alerta para perigos da ligação entre mundo real e virtual

Para Denis Renó, jornalista e doutor em Comunicação, a internet alterou completamente a relação do ser humano e máquina, se tornando a transformação do real para o virtual -- e o Metaverso veio para potencializar isso ainda mais. “O Metaverso vem com a ideia de fazer com que a gente fique o tempo inteiro nesse ambiente, o virtual, e podemos esperar uma transformação muito grande dessa relação de seres humanos e do nosso cotidiano”, ressaltou. Renó também alerta sobre a dependência da tecnologia e a importância  das relações e experiência presencial.

“Essa ideia do Metaverso apavora porque ela é uma proposta potencializada daquele ‘second-life’. Com a ideia do Metaverso, esse projeto do Zuckerberg é fazer com que a gente esteja o tempo inteiro dentro desse ambiente”, explicou.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por