Planejamento

Sob nova direção, RMVale quer destravar Plano de Desenvolvimento e cinturão de câmeras

Novo conselho da região foi eleito nesta segunda com proposta de apoiar a implantação do PDUI e do projeto de segurança

Xandu AlvesPublicado em 13/09/2021 às 19:58Atualizado há 13/09/2021 às 19:58
PDUI. Plano permitirá planejar a RMVale pelas próximas décadas, apontando áreas estratégicas para investimento ( Claudio Vieira)

PDUI. Plano permitirá planejar a RMVale pelas próximas décadas, apontando áreas estratégicas para investimento ( Claudio Vieira)

O novo Conselho da RMVale foi eleito nesta segunda-feira (13) já com dois projetos na pauta: destravar o PDUI (Plano de Desenvolvimento Urbano Integrado) e concretizar o cinturão eletrônico de câmeras no Vale Histórico e no Vale da Fé.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matéria exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-1

A região tem agora o prefeito de São José do Barreiro, Lê Braga (PSDB), como presidente e Parrão, prefeito de Santo Antônio do Pinhal, também do PSDB, como vice no conselho da RMVale. A eleição ocorreu no final da tarde desta segunda.

Dois dos principais projetos da região já estão confirmados, segundo participantes da RMVale.

PDUI

Contratada pela SDR (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Regional), a Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas) apresentou nesta segunda os membros que farão parte do desenvolvimento do PDUI da RMVale, que é uma espécie de plano diretor da região.

Para tanto, a equipe terá o apoio do conselho e da Agemvale (Agência Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte).

Arrastando-se desde 2018, o plano permitirá planejar a RMVale pelas próximas décadas, apontando áreas estratégicas para investimento. Com isso, a região e o governo estadual poderão buscar recursos nacionais e internacionais.

OVALE apurou que a Fipe é a instituição que irá finalizar os PDUIs das regiões metropolitanas. Haverá os processos de construção, de audiências públicas e a finalização dos planos, para então os estudos e projetos serem encaminhados à Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo), para aprovação.

CÂMERAS

Também foi aprovado o projeto de vídeo monitoramento nas 17 cidades do Vale Histórico e do Vale da Fé.

Segundo participantes, os prefeitos aprovaram a ‘função pública de interesse comum’, mecanismo pelo qual o governo estadual poderá injetar recursos no fundo da RMVale. São esperados R$ 3 milhões para o projeto de segurança.

Serão beneficiados com o sistema de vídeo monitoramento os municípios de Aparecida, Arapeí, Areias, Bananal, Cachoeira Paulista, Canas, Cruzeiro, Cunha, Guaratinguetá, Lavrinhas, Lorena, Piquete, Potim, Queluz, Roseira, São José do Barreiro e Silveiras.

“São importantes investimentos que serão realizados na região”, disse Vitão (PSDB), prefeito de Paraibuna e que deixou o comando da RMVale.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: