Prefeitura

Reforma proposta por Saud aumentará em R$ 43 milhões gasto anual com salários

Projeto inclui o aumento no número de secretarias (de 16 para 19), a criação de 50 cargos efetivos, 90 comissionados e 117 funções de confiança, e aumentos salariais

Julio Codazzi
01/12/2021 às 23:10.
Atualizado em 01/12/2021 às 23:10
José Saud (MDB), prefeito de Taubaté (Divulgação)

José Saud (MDB), prefeito de Taubaté (Divulgação)

A reforma administrativa proposta pelo governo José Saud (MDB), que inclui a criação de novas secretarias municipais e de novos cargos, e também aumentos em salários, deve resultar em um gasto extra de R$ 43,484 milhões para a Prefeitura de Taubaté apenas em 2022.

A informação está em uma mensagem enviada pelo prefeito à Câmara, que altera anexos do projeto original.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-20

Pela redação proposta inicialmente, o gasto extra seria ainda maior, de R$ 75,7 milhões, o que representaria um aumento de 15,49% nas despesas com a folha de pagamento – elas passariam de R$ 488,6 milhões para R$ 564,3 milhões no ano que vem.

Com a alteração nos anexos, o aumento nas despesas com salários ficará em 8,89% – elas somarão R$ 532,1 milhões em 2022.

ALTERAÇÃO.

A primeira versão do projeto gerou crítica entre o funcionalismo por aumentar os salários apenas de 35 categorias, por meio de alteração nas referências de determinados cargos efetivos e comissionados – outras dezenas de categorias ficariam sem qualquer modificação salarial.

Na nova versão dos anexos, a Prefeitura propõe reajustar o salário-base de todas as referências. No entanto, isso seria feito de forma progressiva – na referência 18, por exemplo, o reajuste é de 2%, na referência 19 de 4%, e assim sucessivamente até a referência 31, que teria o maior aumento, de 32%. Depois, haveria uma inversão no escalonamento, até chegar a um aumento de 0,5% para a referência 72, a mais alta do quadro.

Dessa forma, entre os cargos que terão maior aumento no salário-base estão agente de trânsito e operador de máquina (de R$ 1.517,18 para R$ 1.962,63, uma alta de 29,36%) e bibliotecário (de R$ 2.369,93 para R$ 2.887,56, uma elevação de 21,84%).

Na mensagem que altera os anexos, Saud alega que essa segunda proposta visa é “manter a isonomia” e que a ideia original, de mudar as referências de alguns cargos, ficará para o projeto do plano de carreira, que deve ser enviado ao Legislativo no início do ano que vem.

REFORMA.

O projeto da reforma administrativa proposto por Saud também inclui o aumento no número de secretarias municipais (de 16 para 19), além da criação de 50 cargos efetivos (preenchidos via concurso), de 90 cargos comissionados (de livre nomeação) e de 117 funções de confiança (desempenhadas por servidores de carreira, que recebem extra nos salários).

Na justificativa do projeto, o prefeito alega que o município “cresce a cada ano, demandando assim a necessidade de estruturar a sua organização interna”, e que, com esse conjunto de medidas, “procura-se criar as condições e o ambiente necessários para atingimento da máxima eficiência e eficácia das atividades realizadas pela Prefeitura”.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por