Investigação

Provas de rachadinha foram repassadas para Ministério Público no mês passado

Promotoria investiga desde fevereiro possíveis irregularidades no gabinete de Leticia Aguiar; novos materiais foram reunidos por ex-assessores

Julio Codazzi
15/10/2021 às 22:26.
Atualizado em 15/10/2021 às 23:20
Troca de mensagens pelo WhatsApp entre assessora da deputada Leticia Aguiar e Carlos Alberto Fávaro, 'número 3' do gabinete (Reprodução/WhatsApp)

Troca de mensagens pelo WhatsApp entre assessora da deputada Leticia Aguiar e Carlos Alberto Fávaro, 'número 3' do gabinete (Reprodução/WhatsApp)

Reunidas por ex-assessores, as provas que reforçam a suspeita da existência de um esquema de rachadinha no gabinete da deputada estadual Leticia Aguiar (PSL) foram enviadas ao Ministério Público no dia 24 de setembro. Procurada pela reportagem, a Promotoria de Justiça do Patrimônio Público e Social da capital, que investiga o caso, informou apenas que “está apurando todos os fatos”.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-10

O inquérito foi instaurado no dia 10 de fevereiro de 2021 pelo promotor Paulo Destro, após uma apuração preliminar realizada no fim do ano passado pelo MP de São José.

Entre as suspeitas da Promotoria estão um suposto esquema de rachadinhas, funcionários fantasmas e laranjas no gabinete da deputada estadual Leticia Aguiar.

Ao instaurar o inquérito, Destro determinou que a Assembleia Legislativa fornecesse a relação de todos os servidores que passaram pelo gabinete da deputada desde o início da legislatura, em 2019, com os respectivos salários. Solicitou ainda cópia da ficha de frequência dos assessores.

O promotor também solicitou que Leticia, o chefe de gabinete dela, Anderson Senna, e o assessor especial parlamentar Carlos Alberto Fávaro, que é o terceiro na hierarquia do gabinete, prestassem esclarecimento sobre as acusações.

Leia também:

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por