Política

Neste sábado, governador Rodrigo Garcia vai a Campos do Jordão abrir Festival de Inverno

Pré-candidato à reeleição, Garcia tem visitado diversas regiões do estado e anunciado projetos e obras

Da redação
02/07/2022 às 11:54.
Atualizado em 02/07/2022 às 11:54
RMVale. Rodrigo Garcia durante o 'Governo na Área’ em São José dos Campos (Divulgação)

RMVale. Rodrigo Garcia durante o 'Governo na Área’ em São José dos Campos (Divulgação)

O governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), pré-candidato à reeleição, participa neste sábado (2), às 17h30, em Campos do Jordão, da abertura da Mostra Itinerante da 34ª Bienal de São Paulo – Faz Escuro Mas Eu Canto, parceria entre a Fundação Bienal de São Paulo e o Governo do Estado. O evento está marcado para o Palácio Boa Vista.

É a segunda vez que Garcia vai a Campos do Jordão participar de eventos oficiais. No final de março deste ano, ainda como vice-governador, ele fez a abertura do 64° Congresso Estadual de Municípios, realizado em Campos do Jordão e que reuniu representantes dos 645 municípios paulistas.

Entre no nosso grupo do WhatsApp e fique sempre ligado nas notícias mais importantes da RMVale, do Brasil e do mundo - Clique aqui e esteja sempre bem informado!

Desta vez, além da abertura da Mostra Itinerante, o governador de São Paulo também vai comparecer à abertura da 52ª edição do Festival de Inverno de Campos do Jordão, marcada para 19h, no Auditório Claudio Santoro.

Reconhecido como o maior e mais tradicional evento de música clássica da América Latina, o Festival de Inverno de Campos do Jordão terá programação artística e pedagógica entre 2 e 31 de julho.

POLÍTICA

Pré-candidato à reeleição, Garcia tem visitado diversas regiões do estado e anunciado projetos e obras.

No começo de junho, ele trouxe ao Vale do Paraíba o ‘Governo na Área’, programa que leva a estrutura administrativa do Estado para o interior, espécie de governo itinerante.

Na ocasião, cumprindo agenda em São José dos Campos e Taubaté, Garcia pregou a continuidade do governo tucano à frente do maior estado do país.

“A pandemia nos mostrou que podemos perder tudo de uma hora para a outra. E vivemos num estado onde as coisas funcionam. Há muitos desafios, mas temos que manter São Paulo unido e não deixar andar para trás”, afirmou.

REDES SOCIAIS

Após anunciar a redução do ICMS da gasolina de 25% para 18% o governador tucano começou a colher frutos da estratégia.

De acordo com a plataforma Google Trends, nos últimos três dias o termo "ICMS" teve aumento de 500% entre as buscas sobre o governador realizadas no estado.

Outra palavra relacionada ao tema, "redução", também aparece entre os principais assuntos vinculados, com aumento repentino de 550% na última semana.

São Paulo foi o primeiro estado a implementar a redução proposta por lei federal. A expectativa é de que a iniciativa reduza o preço da gasolina na bomba em torno de R$ 0,48 por litro. O impacto na arrecadação do estado será de R$ 4,4 bilhões.

PESQUISA

Com as visitas ao interior do estado e principalmente os anúncios de investimentos e obras, Garcia melhorou a aprovação do governo paulista.

Levantamento do Instituto Datafolha mostra que 24% dos entrevistados aprovam a gestão dele em São Paulo, 15% reprovam e 47% avaliam como regular.

É um resultado melhor do que obteve o ex-governador João Doria (PSDB), que terminou sua gestão com reprovação de 36% e aprovação de 23%, segundo o Datafolha realizado em abril.

Na corrida eleitoral ao governo de São Paulo, o Datafolha mostra liderança de Fernando Haddad (PT) com 28% das intenções de voto, seguido de Márcio França (PSB) com 16%, Tarcísio de Freitas (Republicanos) com 12% e Rodrigo Garcia (PSDB) com 10%, empatado tecnicamente com Tarcísio. O ex-prefeito de São José dos Campos, Felício Ramuth (PSD), aparece com 2% da sintenções de voto.

No cenário sem França, Haddad tem 34% e Tarcísio e Garcia empatam com 13%.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por