Investigação

Farra: Alexandre Villela recebeu R$ 947,32; veja notas com irregularidade

Entre os exemplos, ex-vereador apresentou uma nota com três rodízios e outra com dois pratos

Julio Codazzi
28/10/2021 às 00:32.
Atualizado em 28/10/2021 às 00:32
O ex-vereador Alexandre Villela (Divulgação)

O ex-vereador Alexandre Villela (Divulgação)

Na legislatura de 2013 a 2016, o ex-vereador Alexandre Villela recebeu pelo menos R$ 947,32 da Câmara de Taubaté para ressarcir despesas de viagens que foram comprovadas por notas fiscais com irregularidades.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-14

O balanço foi feito por OVALE, que após uma longa batalha judicial obteve acesso a relatórios de viagens oficiais daquela legislatura.

A análise foi feita por amostragem. De 2013 a 2016, Alexandre recebeu da Câmara R$ 2.011,25 para ressarcir gastos em viagens. Os seis processos do ex-vereador que foram analisados somaram R$ 1.548,06 – ou seja, a reportagem analisou 76% do valor total recebido pelo ex-parlamentar.

Nesses seis relatórios, OVALE identificou oito notas com irregularidades, que renderam ao então vereador R$ 947,32  – ou seja, do total de despesas analisadas, 61% tiveram irregularidade.

Entre os exemplos, Villela apresentou uma nota com três rodízios e outra com dois pratos.

OUTRO LADO.

O ex-vereador, que deixou a Câmara ao fim de 2020, não quis comentar o levantamento feito pela reportagem.

Farra. À esquerda, nota de Alexandre Villela com gasto de R$ 104,61 com "refeições". À direita, nota do mesmo vereador com três rodízios (Reprodução)

Farra. À esquerda, nota de R$ 175,67 de Alexandre Villela. À direita, nota do mesmo vereador com dois pratos (Reprodução)

Leia mais:

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por