Automotivo

Caoa Chery é alvo de protesto com nova ocupação de concessionária

Metalúrgicos lutam contra o fechamento da fábrica em Jacareí

Da redação
21/05/2022 às 15:08.
Atualizado em 21/05/2022 às 15:08
Manifestação. Trabalhadores da Caoa Chery em protesto contra as demissões na fábrica de Jacareí (Divulgação)

Manifestação. Trabalhadores da Caoa Chery em protesto contra as demissões na fábrica de Jacareí (Divulgação)

Trabalhadores da Caoa Chery fizeram novo protesto, na manhã deste sábado (21), contra o fechamento da fábrica, em Jacareí.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-34

Pela segunda vez, um grupo de metalúrgicos ocupou uma concessionária da fabricante chinesa, desta vez na cidade São Paulo. 

Por cerca de meia hora, os operários ficaram dentro da loja, situada na avenida Sumaré, no bairro de Perdizes, na capital paulista.

Com cartazes denunciando a empresa, os trabalhadores gritaram palavras de ordem em defesa dos empregos.

Antes da ocupação, os trabalhadores foram à reunião da Coordenação Nacional da CSP-Conlutas, que também ocorre em São Paulo. 

No encontro, o presidente do sindicato, Weller Gonçalves, falou sobre a luta pelo emprego na Caoa Chery.

"É preciso unidade para botar pressão na Caoa Chery e exigir que não haja nenhuma demissão. Vamos continuar lutando arduamente contra o fechamento da fábrica em Jacareí", disse.

NEGOCIAÇÃO

Nesta segunda-feira (23), o sindicato e a Caoa Chery voltam a se reunir com a mediação do MPT (Ministério Público do Trabalho). Na sexta (20), o encontro terminou em impasse.

Durante o encontro, o Sindicato dos Metalúrgicos insistiu no cumprimento do que foi acordado na reunião de 10 de maio para a abertura de layoff com estabilidade no emprego.

Já a Caoa Chery manteve a proposta de indenização social de 7 a 15 salários nominais, sem extensão dos benefícios e sem layoff.

“O layoff é uma maneira dos trabalhadores tomarem fôlego e se prepararem para a recolocação no mercado de trabalho. De qualquer forma, nossa luta contra o fechamento da fábrica e preservação dos empregos continuará com toda força”, disse Gonçalves. 

PODER PÚBLICO

A Prefeitura e Câmara Municipal de Jacareí se posicionaram sobre a situação dos trabalhadores e a decisão da empresa em fechar a fábrica na cidade. 

Em nota divulgada nesta sexta (20), o prefeito Izaías Santana (PSDB) cita os investimentos públicos feitos em infraestrutura, que beneficiaram a área onde está instalada a fábrica da Caoa Chery. 

“Assim, nos alinhamos aos trabalhadores da empresa nesta luta para abertura dos canais de negociação, visando a preservação dos empregos, condição indispensável para o cumprimento do compromisso da contraprestação social pelos investimentos públicos direta ou indiretamente beneficiaram o grupo econômico e sua cadeia produtiva”, diz um trecho da nota. 

A Câmara Municipal aprovou requerimento para que a montadora cumpra o acordo de layoff registrado em ata de reunião com o sindicato.

As centrais sindicais também divulgaram nota de apoio à luta dos metalúrgicos: “Manifestamos apoio e solidariedade aos trabalhadores, exigimos o cumprimento do acordo e o atendimento das reivindicações e chamamos a todas as organizações sindicais e populares a manifestarem sua solidariedade a esta luta que é de todos nós!”.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por