Estiagem

Seca de 2021 faz represas da RMVale perderam água desde maio

Reservatórios estão com 24% a menos de água do que tinham em outubro de 2020

Xandu Alves
04/10/2021 às 17:25.
Atualizado em 04/10/2021 às 17:25
Represa de Paraibuna, maior e mais importante reservatório de toda a região (Rogério Marques/OVALE)

Represa de Paraibuna, maior e mais importante reservatório de toda a região (Rogério Marques/OVALE)

A falta de chuvas em 2021 provoca redução no nível de água das represas da bacia do rio Paraíba do Sul desde maio deste ano, após o período chuvoso.

Na comparação com abril de 2021, o mês de maio encerrou com 11% a menos de volume útil na média dos quatro reservatórios do Vale -- Paraibuna, Santa Branca, Jaguari e Funil. O nível foi de 51% ante 57%.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-7

Em junho, a queda foi de 8% e o volume útil caiu para 46%. No mês seguinte, a média das represas foi de 42% e 9% a menos do que no mês anterior. A partir daí, a queda foi se acentuando na comparação com o intervalo anterior: -17% (agosto), -19% (setembro) e -17% (outubro).

Na comparação com outubro do ano passado, as represas da região estão com 24% a menos de água.

A situação mais dramática é a da represa de Paraibuna, a maior e mais importante da bacia do rio Paraíba do Sul. O reservatório funciona como uma espécie de caixa d’água da bacia e está com 32% de redução frente ao volume do mês anterior: 17,71% contra 26,14%.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por