Educação

Prefeitura de Taubaté vai pagar R$ 2,1 milhões por sistema para aulas online

Licitação foi finalizada esse mês, após um ano e meio de pandemia; desde agosto, aulas presenciais são realizadas com 50% da capacidade

Da RedaçãoPublicado em 14/09/2021 às 23:28Atualizado há 14/09/2021 às 23:28
Escola da rede municipal de Taubaté (Divulgação/PMT)

Escola da rede municipal de Taubaté (Divulgação/PMT)

A Prefeitura de Taubaté deve pagar R$ 2,1 milhões à empresa Foccus Comércio e Importação de Artigos Educacionais, de Osasco (SP), que ficará responsável pela implantação de um sistema personalizado para ser utilizado em aulas online da rede municipal de ensino.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-2

Com o menor preço, a Foccus superou outras quatro empresas que disputaram o pregão eletrônico. O valor máximo era de R$ 3,043 milhões.

Com o AVA (Ambiente Virtual de Aprendizagem), a Prefeitura diz que a rede terá “uma plataforma única e de maior acessibilidade a todos os alunos das escolas municipais de educação básica”.

A rede municipal de ensino tem aproximadamente 47 mil alunos, distribuídos em 123 escolas.

Entre março de 2020 e maio de 2021, a rede ficou sem aulas presenciais. As atividades nas escolas foram retomadas no dia 3 de maio, mas acabaram suspensas um mês depois, no início de junho, devido ao aumento de casos de Covid-19 na época.

As aulas presenciais foram retomadas, outra vez, em agosto. Desde então, seguem com 50% da capacidade das salas.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: