Educação

Notícias do futuro: na capa de OVALE, crianças criam as manchetes dos ‘sonhos’ para 2032

Jovens alunos de São José escreveram e desenharam as notícias que querem ler daqui 10 anos nas páginas do jornal

Xandu Alves
15/04/2022 às 20:59.
Atualizado em 16/04/2022 às 02:20
Futuro. Alunos da escola Luiza Maria Cavalcanti Guratti fazem capa do jornal OVALE para projeto sobre o futuro. Foto: Claudio Vieira/PMSJC (Divulgação / Claudio Vieira / PMSJC)

Futuro. Alunos da escola Luiza Maria Cavalcanti Guratti fazem capa do jornal OVALE para projeto sobre o futuro. Foto: Claudio Vieira/PMSJC (Divulgação / Claudio Vieira / PMSJC)

OVALE se transforma numa cápsula do tempo para transportar crianças e jovens ao futuro que eles sonham.

Um mundo com mais educação, menos violência, pobreza e fome, com o meio ambiente preservado e sem guerras e pandemias. E ainda no qual a ciência é capaz de transcender o espaço e levar a humanidade a descobrir novos mundos. Quiçá colonizar o planeta Marte.

Clique e faça parte do nosso grupo no WhatsApp e receba matérias exclusivas. Fique bem informado! Acesse: https://bit.ly/ovale-agora-32

Esses apontamentos fazem parte das respostas que alunos do 5º ano do ensino fundamental da escola municipal Luiza Maria Cavalcanti Guratti, no Loteamento Setville Altos de São José, na região leste da cidade, deram à pergunta de OVALE: “Que notícia você quer ver daqui a 10 anos?”.

Cerca de 30 estudantes imaginaram o futuro que gostariam de ver nas páginas de OVALE em uma década. E não só imaginaram, mas escreveram e desenharam numa capa em branco do jornal, em tamanho reduzido.

Principal veículo de comunicação da RMVale, líder no impresso e nas plataformas digitais, OVALE fez dessa viagem com os alunos de São José o que faz de melhor, trazer notícias, só que agora do futuro.

‘Notícias do Futuro’ é nosso projeto especial que se pauta nos sonhos e nos desejos para transformá-los em metas, objetivos e pautas a serem alcançadas por todos nós.

Vamos aterrissar nesse futuro que crianças e jovens sonharam, de mais segurança e beleza, com menos dor e sofrimento e mais igualdade, solidariedade, justiça e oportunidade a todos e todas.

Com a iniciativa, essa edição de OVALE vai se tranformar numa cápsula do tempo para os alunos que imaginaram o futuro por meio de desenhos e manchetes. A edição ficará guardada na sede do jornal para ser reaberta daqui a 10 anos.

Quem sabe o mundo imaginado pelos estudantes possa se concretizar pelas mães deles próprios? É convite para olharmos o futuro com os olhos do agora e a mente do amanhã, viajando numa máquina do tempo imaginária. Como mostram os alunos de São José, não há barreiras para a imaginação.

SONHOS

Feito com apoio da Secretaria de Educação de São José dos Campos e a direção e professoras da escola Luiza Maria Guratti, esse ‘Notícias do Futuro’ colheu sonhos de cerca de 30 alunos da unidade, que desenharam e escreveram a manchete de suas capas do jornal de 2032.

Os alunos podem ser divididos em cinco grupos de temas, sendo que o maior deles, com sete capas, traz manchetes sobre a paz, a superação da violência e da fome.

“Por um mundo sem guerra e sem racismo”, escreveu Giovanna Alvarenga. “Queria que acabasse o sofrimento no mundo inteiro”, apontou Elloah Vittoria. O estudante Davi Pinheiro escreveu em sua capa: “Chega de bullying”. Os três alunos têm 10 anos.

No segundo grupo mais numeroso, os estudantes decidiram olhar para o futuro científico e sonharam com a descoberta de novos mundos no universo (leia mais nas páginas 16 e 17 do ‘Notícias do Futuro’).

O terceiro tema que mais apareceu nas capas juvenis foi a Covid-19, com os alunos imaginando um mundo livre do coronavírus.

“Eu quero que a Covid-19 acabe”, escreveram Isabelle Paula e Luiz Gustavo, que também sonha com carros voadores. Pedro Nascimento imaginou três coisas: paz mundial, fim da Covid e descoberta de outros planetas.

Estefani Moraes vislumbrou o fim da guerra na Ucrânia e a paz mundial, mesmo desejo do colega Arthur.

CORES

Ilustrando a capa deste ‘Notícias do Futuro’ com seu desenho multicolorido, Ketllyn Alves, 10 anos, imaginou ter animais selvagens de estimação, numa convivência fraterna com fauna e flora da nossa natureza.

Anna Julia pediu um mundo “Sem maus-tratos aos animais”, o imaginativo Pablo Alonso quer superpoderes para os animais, como “voar, superforças e velocidade” e outros colegas sonharam com a escola sem cadernos, mas com dispositivos eletrônicos que ajudem no aprendizado.

O bem humorado Bryan Denis, sonhou que morava numa “casa cogumelo”, talvez o desejo de um futuro arquiteto.

JOVENS

OVALE também visitou escolas de São José para conversar com jovens estudantes e saber deles o que imaginam para o futuro da cidade.

“São José dos Campos do futuro é uma cidade arborizada, mais limpa, com mais oportunidades de emprego, mais creches e escolas e com áreas de lazer”, disse Bárbara Silva, 12 anos, da escola municipal Antônio Palma Sobrinho, no Parque Nova Esperança.

Ela sonha ainda com uma cidade "mais tecnológica e cheia de oportunidades", sem se esquecer de "parques e áreas verdes".

“São José dos Campos atinge o IDH de São Caetano do Sul, agora sendo a cidade com maior IDH do Brasil!”, essa é a notícia que Vitor Garcia, 13 anos, do Instituto Alpha Lumen, quer ler em OVALE daqui a 10 anos.

Seu colega de instituto, Laszlo Gonçalves, 12 anos, imagina que um grupo de engenheiros formados no ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) irá desenvolver “uma lente que possibilita aos cegos enxergarem novamente”.

Nicolas Martinez, 13 anos, da escola municipal Leonor Galvão, na Vila Industrial, imagina São José na elite do esporte, sendo "referência no Brasil e conquistando muitos torneios", trazendo "empregos para todos".

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por