notícias

O Restaurante Fritz Cervejaria Artesanal, no Jardim Aquarius, em São José dos Campos, está apostando nos pratos executivos, por delivery ou retirada no local. A ideia é reunir a culinária alemã e brasileira. Entre as opções tem medalhão suíno defumado, com arroz, feijão, farofa, vinagrete e batatas; lombo de porco com ovo, virado, couve e arroz; e costelinha à pururuca com batatas ao alecrim, arroz e feijão. Para quem gosta de pescados, a dica é o salmão com ervas, arroz piamontese, legumes salteados e chips de mandioquinha ou a tilápia ao molho de maracujá, legumes salteados, arroz e feijão. Ainda tem parmegiana, steak de contra-filé com talharim, bife a cavalo, ao molho e parmesão, frango com batatas, lasanha e, dependendo do dia, até feijoada. Os pedidos podem ser feitos de segunda a sexta-feira, das 11h às 15h, por R$14,90 (salmão e picanha saem por R$22,90). Sábados e domingos, a partir das 11h, a casa coloca uma churrasqueira no mezanino e prepara um churrasco alemão com costela, joelho de porco, pato e rocambole de torresmo. Ah, e quem mora no Jardim Aquarius ainda deve receber a encomenda pela "Bike Frida", uma bicicleta retrô, guiada por um entregar vestido a caráter. O Fritz fica na rua das Arraias, 50, Jardim Aquarius. Telefone (12)3931-9058. SORVETE NA PEDRA. Já provou um sorvete preparado na pedra? Se não, vale conhecer a novidade! O Ice Creamy acaba de abrir as portas no Shopping Oriente, em São José dos Campos. Essa é a primeira unidade da franquia na região. A receita artesanal, uma massa italiana, é colocada na pedra de mármore a menos 25 graus. O sorvete então é manipulado para ficar mais consistente e cremoso. A textura é diferente dos sorvetes tradicionais. Depois, o cliente pode adicionar frutas, chocolates, amêndoas, castanhas e caldas. A marca ainda promete uma massa rica em fibras e vitaminas, com menos gordura e açúcar. Entre os 15 sabores, leite ninho, tapioca com coco, chocotella, chocolate premium, morango supremo e chiclete. O cardápio ainda inclui milk-shakes e sundae. O Ice Creamy fica no Shopping Jardim Oriente, rua Andorra,500, Jardim América. INVERNO E FONDUE. O DiVigno Gastronomia, da Vila Adyana, em São José dos Campos, lançou duas versões de fondues, salgado e doce: o de brie com mel e damasco e o de doce de leite com baunilha. Na versão salgada, a receita acompanha pão artesanal, aspargos e damascos. Já na versão doce vem morangos, queijo brie, marshmalow e damascos. O valor de cada prato é R$99. Os pedidos podem ser feitos por delivery ou retirados no drive thru do DiVigno Gastronomia, que fica na Rua Santa Clara, 809, Vila Adyana. Informações pelo telefone (12) 99612-3766..  
O Cine Lanches, de São José dos Campos, está em novo endereço. A casa, que antes funcionava no Shopping Paratodos, na Coronel José Monteiro, agora está na rua Serafim Dias Machado, na Vila Maria. E as novidades não param por aí... O carro chefe do Cine Lanches, que conquistou os joseenses e também inspirou o empresário Elcio Segreto a escolher o nome da casa, é o sanduíche de pernil. Depois de muitas pesquisas e testes, ele criou um tempero especial, no qual a carne fica marinando. Ela é assada por mais de seis horas e o resultado é uma suculência e um sabor incomparáveis. Além dele, os lanches de linguiça artesanal e de mortadela também fazem muito sucesso. Eles são montados na baguete crocante, com 200 gramas de recheio e saem por R$ 13. E por um pouquinho mais, você ainda pode acrescentar queijo, alface e tomate ou vinagrete. Desde que inaugurou o novo espaço, e também com a chegada do inverno, a lanchonete tem apostado nos caldos que acompanham torradinhas feitas com ervas e azeite. A queridinha é a quirerinha, mas também tem outras opções como caldo verde, de feijão e de ervilha. Aos domingos, o Cine Lanches tem opções para o almoço. A lasanha a bolonhesa, a tradicional rabada com agrião e a famosa coxa e sobrecoxa assada no molho de laranja. A cada final de semana tem uma novidade, é só consultar o menu do dia e pedir pelo delivery. HISTÓRIA. Elcio Segreto é carioca e passava as férias de janeiro e julho na casa do tio Zizo que, nas décadas de 1960 e 1970, teve um bar em São José dos Campos, na rua Coronel José Monteiro, o Cine Bar. Daí surgiu o nome Cine Lanches. Zizo é pai do Benê, do Coronel, e inspirou o empresário a também apostar no comércio. Além do tio Zizo e do primo Benê, boa parte da família é do ramo. O avô foi confeiteiro no Rio de Janeiro, outros tios tiveram bares famosos em São José. Agora, o carioca, que vive na região há 24 anos e que cresceu e conviveu com grandes cozinheiros, comanda o Cine Lanches desde 2018..
Você já ouviu falar de Food Design? O conceito que vinha ganhando força nos últimos anos e é utilizado para criar soluções para a cadeia do alimento, desde a produção até a experiência final do cliente, se tornou uma ferramenta importante diante dos novos desafios impostos pela pandemia provocada pelo coronavírus. A jornalista joseense e food designer Mariana Bacci, formada pelo Instituto Europeo di Design, afirma que o Food Design é uma abordagem contemporânea, inovadora e multissensorial de tudo que diz respeito aos alimentos, produção, distribuição, identidade, prazer, nutrição, cadeia de valor e cultura. "A Rede Latino Americana de Food Design propõe repensar a relação das pessoas com o alimento. Dentro deste universo de possibilidades, o Food Design pode ser aplicado em qualquer parte da cadeia. Na arquitetura, nos utensílios, materiais, insumos, embalagens, ingredientes, equipamentos, plataformas e experiências", explica Mariana. SUSTENTABILIDADE. Na prática, a ferramenta pode resultar em maneiras sustentáveis de produção ou no desenvolvimento de novos processos e tecnologias na indústria. E seja na forma de produto ou serviço, o Food Design conecta, cria e transforma as relações das pessoas com o alimento e, o mais importante, com empatia e colaboração. "Hoje não podemos olhar nenhum negócio de maneira isolada. A experiência do usuário é um dos fatores mais importantes para entendermos o comportamento do consumidor e projetar novas soluções. É preciso repensar os processos a partir de um novo cenário. As ferramentas de Food Design trazem uma visão sistêmica fundamental para o momento (de pandemia)", afirma a food designer. Como exemplo de soluções que carregam o conceito e ficaram em evidência durante a pandemia estão os aplicativos de delivery, os serviços de entrega, os clubes de assinaturas, maior facilidade de acesso a ingredientes e até novos formatos de manipulação dos alimentos. "Dentro dos estabelecimentos, a adequação ao momento passa por essa visão do cliente mais aprofundada. Seja no cardápio, na experiência de compra ou no ambiente. Os negócios hoje precisam estar alinhados com narrativas amplas, de origem de ingredientes, plataformas de comunicação e de sustentabilidade", diz Mariana. Segundo a food designer, a preocupação com embalagens mais sustentáveis e a responsabilidade social também estão fortemente agregadas ao produto. Cardápios digitais e uma gestão baseada em dados também são uma grande tendência para o pós-pandemia. O delivery, que se revelou como um novo negócio incorporado ao salão, deve ser gerido de forma diferente, porém em conjunto. Mariana destaca que a dinâmica deve ser constante para acompanhar as transformações que vem ocorrendo. Para ela, o consumidor mais consciente, por meio das escolhas e do comportamento, tem seu protagonismo no processo. "Estamos em um momento de ressignificar as nossas relações com o alimento e com isso redesenhar os negócios. É necessária uma análise profunda do público consumidor com empatia e inovação"..
A queda na temperatura nesta última semana é um convite a mais para saborear as delícias típicas do inverno. E já que a os restaurantes continuam fechados por conta da pandemia do novo coronavírus, nada mais justo que aproveitar para entrar no clima da estação em casa. As dicas desta edição são as novas versões da Fondue Outback, salgada e doce, disponíveis no menu do Outback Steakhouse. Ambas são servidas com o pão australiano e estão disponíveis no delivery do restaurante de São José dos Campos. Na versão salgada do produto, o mix de queijos está diferente do ano passado, pois foi reformulado. Agora, combina gruyere, ementhal e cheddar. A Cheese Fondue custa R$ 89,90 e acompanha Ribs do Outback empanada, filet mignon em tiras, camarões empanados, cubos de frango grelhados, fritas e croutons de pão australiano, além do tradicional molho barbecue oferecido pela casa. DOCE. Já a fondue doce chega ainda mais cremosa, com duas caldas de chocolate, meio amargo e branco. A Chocolate Fondue custa R$ 69,90 e vem com brownies de chocolate e de doce de leite Havanna, nozes pecãs, morangos, banana, marshmallows gratinados e calda de doce de leite Havanna. Outra dica oferecida pela casa durante o período é que pedindo as duas versões, o cliente tem desconto. O combo com as fondues salgada e doce sai por R$ 149. Vale lembrar que os pratos estão disponíveis por tempo limitado no cardápio. SERVIÇO. Para quem se animou com todas essas sugestões oferecidas pelo Outback, os pedidos podem ser feitos de segunda a domingo, através do aplicativo Ifood. O horário de funcionamento do delivery é sempre das 11h30 às 21h30..
Com 27 anos de história, a cervejaria Fritz tem novo endereço em São José dos Campos, no Jardim Aquarius. E mesmo antes de ser aberta ao público - a casa aguarda a liberação do governo em função da pandemia - os clientes podem ter acesso ao chope. Isso porque uma das novidades da cervejaria é o autosserviço. O cliente adquire o cartão "Fritz Black" pré ou pós-pago e entra para o "Clube do Chope". Por meio de um aplicativo, ele faz a recarga e pode retirar, na torneira da casa, o volume de bebida que deseja consumir. O valor, então, é debitado do cartão, proporcional ao que foi consumido. "Vamos promover uma brincadeira entre os clientes. Próximo às torneiras de chope, terá uma TV que indicará um ranking de quem consumiu mais litros no dia, semana e mês", conta o proprietário Ingo Schawbe. Nas torneiras, o cliente do Fritz encontra seis tipos de chope para consumir: Klar (4,3%) que é o pilsen tradicional; o Natur (4,3%) que é mais encorpado; o Weizen (5,2%) medalha se ouro em Blumenau; o Dunkel (4,3%); o Koelsch (6%); e o IPA (6,8%) um dos mais vendidos - e meu preferido! Com 14 restaurantes no Vale do Paraíba, essa é a primeira unidade com autosserviço que funcionará 24h, todos os dias da semana, já que a cervejaria está instalada em um prédio comercial em São José dos Campos. Para ter acesso, basta o cliente se identificar com o porteiro apresentando o número do cartão "Fritz Black". NOVO ESPAÇO. Além da mesa com dez lugares na área interna da cervejaria, um dos destaques na nova casa é o deck montado no jardim, batizado de "Bier Garten", o jardim da cerveja. Assim que o espaço puder abrir ao público, vai funcionar todos os dias, das 17h às 21h. Depois desse horário as mesas serão colocadas na parte interna, o funcionamento seguirá até as 23h. Aí a gente vai poder matar a saudade de saborear o "Eisben Completo", 1,6 kg de carnes, entre joelho de porco, salsichas e chucrute; ou o "CarryWurst", a tradicional salsicha branca com molho de páprica, encontrada nas ruas de Berlim. SERVIÇO. A nova unidade Fritz Cervejaria Artesanal fica na rua das Arraias, 50, Jardim Aquarius, em São José. Telefone (12) 3931-9058..
Com a proposta de recriar uma atmosfera praiana em São José dos Campos, Leonardo Rodrigues, inaugurou em fevereiro deste ano o Pé na Areia Sports. A casa que fica no Urbanova, região oeste da cidade, funcionou durante pouco mais de um mês, mas precisou pausar as atividades por causa da pandemia. Agora, o empresário está investindo no lançamento do hambúrguer de wagyu (corte nobre bovino, de origem asiática) para iniciar o serviço de delivery e levar um pouco da experiência Pé na Areia até a casa do cliente. "Depois da abertura, ficou aquele gostinho de quero mais. Não somos um bar comum, proporcionamos, além do espaço para prática de esporte, uma experiência para o público, que é exigente, busca novidades e gosta de exclusividade. E foi pensando nisso que apostamos na carne de wagyu", conta Leonardo. O burger de wagyu, que já é uma aposta de várias casas na capital, chega ao Pé na Areia em duas versões: Cheddar (R$ 29,50), com queijo original inglês, carne e 160 gramas e cebola caramelizada, no pão brioche selado na manteiga; e o Clássico (R$ 28), com queijo prato, a carne de 160 gramas, tomate, alface americana e maionese da casa (de ervas finas). "A ideia é servir o simples, mas perfeito. Por isso, estamos trabalhando com apenas duas opções, mas o cliente pode pedir adicionais como bacon, carne extra e molhos, com preços a partir de R$ 2. E ainda teremos a batata frita de 250 gramas por R$ 7,50", afirma Leonardo. Para quem já conhecia a casa, outra novidade são os novos sabores de sanduíches marroquinos, naturais, que são um dos carros-chefes do menu do Pé na Areia. Já pra beber, o empresário conta que a novidade é o chá-mate produzido artesanalmente. "O chá tem muito a ver com a nossa proposta praiana. E como queremos que o cliente sinta um pouco do clima que temos aqui em casa, resolvemos investir na bebida", afirma o empresário. AMBIENTE. Se depois de provar as delícias do Pé na Areia você também ficar com gostinho de quero mais, vale, assim que possível, viver a experiência na casa. No local, o empresário reproduziu o calçadão de Ipanema (RJ), com as famosas pedras portuguesas. É nesse espaço que foi instalado o quiosque que, antes da pandemia, costumava servir aos sábados a feijoada ao som do bom e velho samba. Por enquanto, o serviço delivery está disponível pelo WhatsApp (12) 99641-0947 de quinta a domingo, das 19h às 23h30..
Flávia Barbosa é uma apaixonada por comida árabe. E apesar de a família não ser descendente da etnia, pratos da culinária de países do oriente médio sempre estiveram presentes na mesa dela e do marido. E foi pensando em proporcionar novas experiências gastronômicas, tanto para quem gosta de cozinhar, e procura ingredientes diferenciados, quanto para quem quer apenas descobrir sabores e aromas diferentes, que ela criou o Empório Árabe, que funciona há três meses no mercado municipal de São José dos Campos. O espaço reúne uma diversidade de temperos importados, molhos, bebidas, enlatados, além de pastas, pães libaneses e dos doces tradicionais, que merecem uma atenção especial. São deliciosos! É difícil resistir a uma passada pela vitrine. "A maior parte dos nossos doces é feita por dois amigos árabes. É uma produção bem artesanal, feita sob medida para o Empório. Aliás, essa é uma preocupação permanente aqui. Trabalhamos sempre com estoque reduzido para garantir ao nosso cliente que ele sempre levará um produto fresquinho para casa", conta Flávia. Os preços são a partir de R$ 6 a unidade. Entre as opções estão os famosos ninhos, com recheios de nozes, castanhas, amêndoas, pistache, damasco ou chocolate; o faisalim, que têm como base uma massa crocante parecida com o cabelinho de anjo e lembra o formato de uma esfirra fechada. Esse último com calda de flor de laranjeira dispensa comentários. Para quem gosta de pratos salgados, vale ainda conhecer os pães árabes, as pastas frescas, como o babaganuche, preparado com berinjela defumada, e o hommus de grão-de-bico. E se você é daqueles que gosta de se arriscar na cozinha, há uma variedade de temperos importados, molhos, trigos especiais, azeites libaneses, azeitonas recheadas, geleias entre outros produtos. Da seleção de bebidas, destaque para o destilado Arak, feito com uva e anis, e a cerveja Almaza. "Toda semana estamos testando produtos novos. Hoje, temos mais de 15 fornecedores. Além dos produtos mais artesanais, trabalhamos também com marcas conhecidas na comunidade árabe, como Zeenny, Gardênia e Kssara", conta Flávia. Desde o início da pandemia, a pedido dos clientes, o Empório faz o serviço de entrega, com pagamentos via links enviados pelo celular para evitar o manuseio de cartões. O Empório Árabe fica dentro do Mercado Municipal de São José dos Campos (próximo ao portão da rua Siqueira Campos) e funciona de segunda a sexta, das 8h às 15h; aos sábados, das 8h às 14h; e aos domingos, das 8h às 12h. Os pedidos para entrega podem ser feitos pelo telefone (12) 99195-2886..  
Apesar de o comércio ter retomado as atividades na última semana, muita gente parece não estar disposta a abrir mão da segurança e da praticidade de fazer compras online e pelo sistema de delivery. Pensando nisso, e em quem busca praticidade, separei algumas dicas para celebrar o Dia dos Namorados em casa. Em Taubaté, a DonaBella Casa de Delícias pretende repetir o sucesso das cestas de café da manhã que se esgotaram no Dia das Mães. Desta vez, a proposta é oferecer tábuas e box de frios para que o casal possa celebrar a data. O kit montado na caixa sai por R$ 49 e vem com porção de gorgonzola e brie, caponata de berinjela, fatias de pão italiano e de centeio, fatias de copa, salame, parma, além de damasco, tâmara, morango e espetinho de tomate cereja, muçarela e azeitona. Já a opção montada em tábua de madeira traz itens os itens anteriores, alguns em maior quantidade, acrescidos de mini geleia, mel e patê, queijo gouda e chocolate. Essa sai por R$ 80 e também serve duas pessoas. Ela ainda pode ser colocada numa cesta com duas taças, vinho e outros itens por R$ 160. Em São José dos Campos, seis empresários se uniram para levar à casa dos clientes um jantar romântico completo. A experiência inclui gelato da Artesane, torta da Sodiê e vinho espumante da Decanter. O prato principal será preparado pelo Koallas. A entrada fica com a Bendito Seja Padaria Artesanal. Por fim, a parte de decoração da Oi Flores. São três opções com entrada, prato principal e sobremesa para duas pessoas, de R$199,80 a R$428,80. Ainda em São José, a Fritz Cervejaria Artesanal preparou a "Fondue Fritz em Casa" que serve um kit completo para o casal, com a versão queijo, carne e chocolate por R$ 199. A de carne traz filé mignon (500g) limpo e pronto para o preparo e vem com molho catupiry, rosé, ervas e de azeitonas. A de queijo é guarnecida com pães. Já a de chocolate acompanha morangos, uva verde sem semente, marshmallows e waffer. Outra opção de jantar vem da Thais Okamoto. A chef preparou dois menus. O primeiro com vieiras gratinadas, lagosta ao molho de quatro queijos com arroz e legumes na manteiga, torta de morango e vinho Sauvignon Blanc por R$ 389. O outro menu com casquinha de siri, camarão ao catupiry com arroz e batata palha, torta de morango e vinho Sauvignon Blanc sai por R$242. No SantOnofre, o kit jantar com entrada, prato principal, sobremesa, quatro long necks de cerveja, duas taças de vidro, flor e vela sai por R$ 254,90. Na entrada vem queijo gorgonzola, parmesão e gruyère, amendoim e castanha de caju, patê de ricota e torradinhas. O prato principal será costelinha suína assada com tempero especial da casa e molho barbecue artesanal da Defumaria, com batata bolinha assada e cuscuz marroquino com legumes, que pode ser substituído por arroz branco. De sobremesa tem duas tortinhas da Aldeia das Tortas a escolha do cliente. As opções são Leite Ninho com Nutella, brigadeiro preto com chocoball ou paçoca com chocolate. Serviço. Encomendas de tábuas e box de frios da DonaBella: WhatsApp (12) 99179-5288. Jantar romântico completo: telefone (12) 98307-0115. Fondue do Fritz: WhatsApp (12) 98252-6450. Jantar Thais Okamoto: delivery e retirada (12) 98208-6097 ou (12) 3931-6144. Jantar SantOnofre: WhataApp: (12) 99767-5522..
Nesta semana, em 28 de maio, foi celebrado o Dia Mundial do Hambúguer. E se você também é fã de lanches, vale conhecer a Pin Burger, de São José dos Campos. Os preços são bem competitivos. O lanche completo (com carne de 150g, queijo prato, alface, tomate, bacon, cebola caramelizada, molho da casa e bacon) sai por R$ 19,99. E com mais R$10 reais, você pede o combo, que vem com fritas e refrigerante. A hamburgueria inaugurada em outubro do ano passado (2019) nasceu com a proposta de buscar "a simples perfeição do burger". É o que afirma o empresário Diego Pinha, idealizador do projeto. "Acreditamos que podemos oferecer um produto de primeira linha, de forma simples e sem frescura. Criamos um ambiente nada intimidador, onde nosso público pode ficar à vontade e curtir o principal, o sabor do nosso burger". A casa está fechada, em função da quarentena, mas dá para conhecer o lanche pelo delivery. Sim, lanche no singular, porque se você olhar o cardápio vai ver que há apenas um único burger, mas com a possibilidade de variações de acordo com a fome e preferências do cliente. "Ele pode tirar o bacon e a cebola e transformar em um x-salada, tirar a salada e transformar em um x-bacon e por ai vai. Brincamos que você pode variar de acordo com sua fome ou até mesmo humor. Você que manda", brinca. Diego revela que a ideia do cardápio enxuto também tem a ver com preocupação do empresário com a qualidade e padronização. O burger de 150g é um blend especial da casa feito com carne e nada mais. Há a opção veg, com o Futuro Burger, produzido pela foodtech Fazenda Futuro. Os pedidos podem ser feitos pelo www.pinburger.com.br HISTÓRIA. Formado em Design de Produto pela Belas Artes e pós graduado em Administração pela FGV, Diego abandonou a carreira na Heineken para tocar o projeto em São José. Coxinha de costela no Outback Esta é o última semana para pedir a exclusiva coxinha recheada com costela Ribs On The Barbie, do Outback. A Ribs Coxinha foi lançada em comemoração ao dia do salgado, comemorado em 18 de maio. O recheio leva a famosa costela do Outback desfiada, molho barbecue, um toque de cream cheese e temperos da casa. Depois, o salgado é empanado em farinha panko, deixando a coxinha bem crocante. Na casa do cliente, os salgados chegam acompanhados de limão siciliano grelhado, o que garante um sabor ainda mais especial à receita. Os pedidos podem ser feitos pelo iFood até 31 de maio. A porção com oito unidades sai por R$ 39,90.
Neste domingo, dia 24 de maio, é celebrado o Dia Nacional do Café. Por conta da pandemia provocada pelo novo coronavírus, o consumo da bebida passou por mudanças nos últimos meses. De um lado, queda no consumo geral. Reflexo do fechamento das cafeterias. De outro, crescimento nas vendas pela internet. Entre os itens procurados não estão só os grãos especiais, mas também acessórios para produção da bebida e cursos. Dados da BSCA (Associação Brasileira de Cafés Especiais) mostram que as vendas online cresceram cerca de 50%, segundo pesquisa realizada com associados. De acordo com a empresária e barista Sofia Androulidakis, do Republique Du Café, de Taubaté, há clientes fiéis que consomem os produtos da cafeteria semanalmente por meio do delivery e também do drive thru. Além de diversas bebidas quentes e frias à base de café, a venda de grãos e pó também está em alta. "São 20 tipos de cafés disponíveis, em pacotes de 250, 500 gramas ou à granel, dependendo do produtor. A moagem também é feita de acordo com o método de extração que o cliente utiliza em casa, pois isso interfere no resultado e na qualidade final da bebida", conta. No Republique, os cafés têm pontuação entre 84 e 95 (pela BSCA). Ela lembra que com 80 pontos o produto já é considerado especial, mas, segundo Sofia, a partir de 84 é que ele começa a apresentar características diferenciadas e mais interessantes. Vale conferir as opções de harmonização oferecidas pelo Republique. Entre as novidades está o bolo de milho com cobertura cremosa. A receita, sucesso na cafeteria na versão individual, agora é feita sob encomenda e chega quentinha à casa do cliente. Cursos. O momento atual também têm refletido na procura por cursos online ligados ao café. Elvio Junior, idealizador do Mestre Cafeeiro - Escola de Café, de São José dos Campos, conta que desde o início da pandemia, o crescimento na procura foi de cerca de 200%. "Atualmente estamos com o curso online de torra e também de um software específico para o processo. Agora estou finalizando o curso de classificação e outro para estudar as origens, da planta até a bebida chegar à xícara do cliente", afirma Elvio. E por meio do Mestre Cafeeiro, que também presta consultoria para cafeterias, Elvio ainda faz venda direta de uma variedade de grãos e pós de cafés especiais para os clientes produzirem e consumirem a bebida em casa. "Se eu puder dar uma dica para ter uma bebida de qualidade em casa é: invista em um moinho, que custa entre R$ 100 e R$ 150 reais. Melhora muito a qualidade da bebida. E compre café de qualidade e de quem vende perto da sua casa. Assim a gente também ajuda a economia local", lembra o mestre cafeeiro..