Logo Jornal OVALE

notícias

A decisão do ministro Alexandre de Moraes de revogar a determinação dele próprio que havia censurado reportagens da revista Crusoé e do site O Antagonista foi um bom começo, mas ainda não é suficiente para conter o rompante ditatorial protagonizado por ele e pelo presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Dias Toffoli. Outra medida necessária, e urgente, é colocar fim ao polêmico inquérito aberto em março, por determinação de Toffoli, para apurar fake news, ofensas e ameaças contra a Corte. Afinal, foi por meio desse inquérito, e se valendo de uma lei da época da Ditadura Militar, que Moraes determinou o cumprimento de mandados de busca e apreensão país afora, tendo como alvo pessoas que haviam feito críticas a ministros do STF nas redes sociais. Nesse inquérito, aberto por decisão individual de Toffoli, o presidente do STF ainda decidiu aquele que seria o relator (Alexandre de Moraes), ignorando a prática de um sorteio. Entre os demais ministros do STF, que não participaram dessa operação bizarra, o sentimento é de que o episódio manchou ainda mais a imagem da Corte. Ou seja, tudo que Toffoli e Moraes parecem ter tentado, teve o efeito contrário. O presidente do STF buscou censurar uma reportagem que dizia que, em troca de e-mails de Marcelo Odebrecht, ele era chamado de "amigo do amigo do meu pai". Com a medida, a notícia teve muito mais alcance do que já havia tido anteriormente, saindo das páginas da Crusoé e de O Antagonista e indo parar em todos os jornais do país. Toffoli diz que age para preservar a imagem do STF e dos demais ministros, mas suas ações só pioraram a forma como os brasileiros vêm a Corte, instância máxima da Justiça no país. O presidente do STF alega que não houve censura e diz que não irá desistir do inquérito, mas a maioria dos seus colegas pensa diferente. Ainda bem. A expectativa dessa ala da Corte -- e também de todo o Brasil -- é de que o prosseguimento ou não do inquérito seja discutido em plenário, pelos 11 ministros. Se isso ocorrer, será a oportunidade ideal para cada um de posicionar publicamente sobre o tema. E colocar fim a essa aberração jurídica..
O Manthiqueira faz neste sábado o seu primeiro jogo em casa no Campeonato Paulista da Quarta Divisão. Pela terceira rodada do grupo 5, recebe o Atlético Mogi, a partir das 15h, no estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá. O time da região, comandado pela técnica Nilmara Alves, teve uma estreia ruim no último sábado. Após folgar na primeira rodada, visitou o Paulista de Jundiaí e perdeu por 3 a 1. A Laranja Mecânica chegou a arrancar um empate no início do segundo tempo, mas não resistiu à pressão na etapa final e levou mais dois gols. Agora, vai encarar um adversário que, em dois jogos, tem uma derrota por goleada na estreia e um empate em casa contra o São José no sábado passado, somando um ponto. Para o primeiro jogo em casa, a diretoria do Manthiqueira fixou o preço dos ingressos promocionais a R$ 5(arquibancada) e R$ 20 (cadeira coberta). Na cadeira, estudantes credenciados, aposentados, professores da rede pública e menores de 12 anos, desde que acompanhados, pagam meia entrada. Ficha técnica: Manthiqueira: Yago; Erivaldo Dibala, Caio Sena, João Victor e Caíque Nathan; Jader, Jonathan, Léo Barros e Miqueas; Samuel e Leonardo Augusto. Técnica: Nilmara Alves. Atlético Mogi: Paulo; Luciano, Egino, Roan e Carlinhos; Guilherme, Mazinho, Lucas e Natanael; Fiore e Michel. Técnico: Edinho Poá Árbitro:  Eleandro Pedro da Silva. Local: Estádio Dario Rodrigues Leite, em Guaratinguetá. Data: Sábado, 20 de abril de 2019. Horário: 15h
O governo Ortiz Junior (PSDB) pretende transferir uma série de repartições municipais para o Via Vale Garden Shopping. A intenção da gestão tucana é fazer uma espécie de Poupatempo Municipal no espaço onde o Detran (Departamento Estadual de Trânsito) já funciona desde outubro de 2015. A medida foi anunciada no início do mês para os funcionários dessas repartições. O objetivo seria concluir a mudança até junho. Segundo servidores ouvidos pela reportagem, cerca de 10 repartições seriam transferidas. A lista inclui, por exemplo: o Balcão de Empregos, o PAT (Posto de Atendimento ao Trabalhador), o Banco do Povo e a Junta Militar, que hoje funcionam na Rodoviária Velha; o Setor de Protocolo e a Sala do Empreendedor, que ficam na sede da prefeitura; e a Ouvidoria, que fica no Jardim Ana Emília. A proposta desagradou funcionários que foram ouvidos pela reportagem sob a condição de anonimato. "Os funcionários, em geral, estão reclamando, pois vai ficar muito longe. Para os moradores que dependem dos serviços, deve ficar longe também, pois todos os ônibus passam na Rodoviária Velha, vários passam pela prefeitura. Mas para o shopping novo são poucos", disse uma servidora. Rejeição semelhante ocorreu em 2015, quando o governo estadual cogitou transferir para o mesmo shopping, que fica no bairro Estoril, o Poupatempo, que funciona na região central, ao lado da Rodoviária Nova. Naquela época, funcionários e usuários do Poupatempo criticaram a proposta - além de ser mais distante, o shopping ainda cobra pelo estacionamento - e o Estado recuou, transferindo apenas o Detran. Desde o último dia 15 a reportagem questiona a prefeitura sobre a transferência, mas não obteve nenhuma resposta..  
Quando inicia o tempo quaresmal, muitos católicos começam suas penitências, que é uma preparação para a Páscoa. "A igreja criou a quaresma, uma quarentena de preparação, dada a importância da nossa fé na ressurreição do Senhor", explica o Padre Rinaldo Roberto de Rezende, coordenador diocesano de pastoral de São José. Desde o 'Domingo de Ramos', a chegada de Jesus como um rei em Jerusalém, Neide participou de todas as celebrações que marcam a semana santa. Para ela, esse período é de muito trabalho dentro da igreja: "eu faço porque eu amo estar aqui, participando e ressuscitando com Jesus na páscoa". Durante esse período, muitos religiosos se abstém do consumo de carne vermelha, uma tradição milenar. Mas não foi o caso de Neide Cristina Corrêa da Silva, de 55 anos, neste ano. Criada dentro do catolicismo, ela resolveu participar de muitas liturgias durante os 40 dias que antecederam o período pascal. "Quanto mais você se doar para o trabalho de Jesus, principalmente na quaresma, é uma forma de jejum. A semana santa pede jejum, mas também oração", conta. Ela já fez diversas penitências ao longo da vida, ano passado, participou de uma caminha de quase 10 quilômetros, em forma de via sacra, entre igrejas rurais de Taubaté: "foi uma caminhada muito longa", relembra. A Páscoa é considerada a festa mais importante celebrada pelo cristianismo, que relembra os últimos dias de Jesus Cristo, desde a crucificação até sua ressurreição. O padre Rinaldo explicou que a páscoa é uma renovação de vida e a maior prova de amor que existiu: "senão fosse a ressurreição de Jesus, nós não existiríamos. Jesus seria só mais um grande personagem da história, mas ele se encarnou, esteve em nosso meio e viveu sua paixão por nós", conclui. 'Fôlego de vida' é tema de maior Auto de Páscoa em São José dos Campos "Neshamah" do hebraico significa "fôlego de vida", a palavra foi carregada dentro dos corações dos fiéis da Igreja da Cidade de São José, que realizaram nesta semana santa a 16ª edição do Auto de Páscoa: "É uma honra muito grande porque estamos contando uma história que é de Deus. É como se a gente andasse junto com ele nessa tarefa de materializar o que ele fez por nós", diz a pastora e coordenadora geral do espetáculo, Leila Paes. Para Leila, o tema escolhido para a apresentação deste ano veio como um aviso, após tantas tragédias que aconteceram: "A gente lembra do fôlego de Deus, o ar pra gente respirar para a gente pode continuar. Ele sopra sobre a nós essa vida" conta. Neste ano, foram mais de dois mil voluntários para fazer a celebração acontecer: "É muito emocionante ver a dona de casa, o arquiteto, o engenheiro sendo artistas por uma semana", conta Leila. Ovos de Páscoa são simbologia para uma nova vida, diz padre Ao fim do carnaval, os supermercados se enchem de ovos de chocolate de todos os tamanhos e cores. Há quem diga que os ovos são apenas mais um item para atrair o consumidor. Mas o Padre Rinaldo explica que os ovos são uma simbologia para uma nova vida que vem após a páscoa: "O ovo é símbolo da vida, você vai celebrar a vida que está nascendo, nós viemos de um óvulo, a vida acontece quando um ovo que eclode. É como se fosse a sepultura de Jesus que se rompe, ele ressuscita e traz vida para o mundo", afirma o padre Rinaldo.
Passados cinco meses desde que a revisão do Plano Diretor foi suspensa em Jacareí, o prefeito Izaias Santana (PSDB), protocolou um pedido de urgência à Justiça para a retomada do procedimento. De acordo com o tucano, o não andamento da revisão pode ser prejudicial ao desenvolvimento da cidade. No texto, ele diz que caso a revisão não aconteça ainda neste ano, ela não deve ser realizada no ano que vem, devido ao período eleitoral, e, ainda, pode não ser debatida no ano pós-eleição, devido à possibilidade de alteração no cenário político. "A cidade não pode esperar para somente em 2022 ter a revisão de uma legislação que ordena seu crescimento e desenvolvimento", defendeu o prefeito na redação. Izaias ainda repetiu a concordância do município em trabalhar com as condições estabelecidas pela Defensoria Pública e pelo MP (Ministério Público), autores da ação, para continuidade da revisão. "Estabeleça as raias nas quais este debate com a comunidade jacareiense deve ser reiniciado e conduzido. Fixe os parâmetros", disse. "Mas permita que o diálogo, que os debates sejam conduzidos pelo Chefe do Executivo num primeiro momento e pela Casa Legislativa num segundo momento", pediu. ENTENDA O CASO. O processo de revisão do Plano Diretor foi suspenso em novembro do ano passado, quando a Defensoria e o Ministério Público ajuizaram uma ação alegando, entre outros problemas, falta de participação popular no processo. Os órgãos se reuniram em audiência de conciliação há mais de 60 dias, e, pouco depois, o município fez uma petição em que afirmou aceitar as cerca de 15 necessidades apontadas pela Defensoria e pelo MP para a revisão. Desde então, nenhuma decisão que modificasse o estado de suspensão da revisão do Plano Diretor fora publicada..  
Caraguatatuba comemora, no dia 20 de abril,163 anos de história com festa. A cidade, que deve atrair, 150 mil turistas neste final de semana - feriadão da Sexta-Feira da Paixão (19) e Domingo de Páscoa (21) -, preparou uma agenda para ninguém colocar defeitos. A taxa de ocupação de seus leitos, segundo dados da AHP (Associação de Hotéis e Pousadas), pode chegar a 90%. A Concessionária Tamoios informou em nota que aguarda cerca de 155 mil veículos na Rodovia dos Tamoios (SP-99). E, de acordo com o Cptec/Inpe (Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), quem busca calor estará bem servido. Ainda que o sábado seja parcialmente nublado, as temperaturas variam entre 21ºC e 34ºC. E, no domingo, os termômetros registram mínima de 22ºC e máxima de 32ºC, com possibilidades de pancadas de chuva ao longo do dia. Mas nada deve atrapalhar a animação: atrações musicais estão programadas na Praça da Cultura, na Avenida da Praia, no Centro. Som. O sertanejo Daniel sobe ao palco no sábado, dia do aniversário da cidade. Ele apresenta seu novo espetáculo "Versões de Mim", cujo repertório é formado por grandes sucessos da carreira. No domingo, a cantora Fernanda Leturia leva ao público seu MPB e Pop Rock, a partir das 19h30, abrindo o show da cantora Iza, que encerra o final de semana de atrações a partir das 21h. Além do consagrado hit "Pesadão", estão no repertório da cantora "Dona de Mim", "Ginga" e "Bateu", além de destaques do soul e da disco music. A entrada para todas as atividades é gratuita.