notícias

A Prefeitura de Jacareí confirmou mais 26 casos e informou que a cidade chegou ao número de 781 pessoas já diagnosticadas com a Covid-19 até essa sexta-feira (10). Segundo o município, são 426 homens e 355 mulheres, com 32 internados (14 em hospital público – sendo um em UTI –, e 18 em hospital privado – sendo 12 em UTI), 158 em isolamento domiciliar e 548 já recuperados. A faixa etária que predomina nos dados dos casos confirmados é a entre 30 e 45 anos, com 295 casos, seguida da faixa entre 45 e 60 anos, com 190 casos. Depois estão os acima de 60 anos, com 146 casos. Os jovens entre 15 e 30 anos vem na sequência, com 143 casos. E a faixa dos menores de 15 anos tem 7 casos confirmados. Os casos suspeitos foram para 770, com 35 pacientes internados (nove em hospital público – sendo quatro em UTI –, e 26 em hospital privado – sendo seis em UTI) e óbitos suspeitos da doença. Todos estes casos aguardam resultado dos exames já realizados. BAIRROS. Veja a lista da distribuição dos casos confirmados pelos bairros: Altos de Santana 7, Altos de Santana II 5, Avareí 2, Bandeira Branca 20, Bandeira Branca II 4, Campo Grande 3, Centro 24, Chácaras Guararema 1, Chácaras Itapoã 1, Cidade Jardim 21, Cidade Nova Jacareí 19, Cidade Salvador 33, Condomínio Recanto dos Pássaros 1, Conjunto Habitacional Marinho 4, Conjunto São Benedito 5, Igarapés 12, Jardim Alvorada 4, Jardim América 3, Jardim Bela Vista 11, Jardim Boa Vista 2, Jardim Califórnia 20, Jardim Coleginho 2, Jardim Colinas 13, Jardim Colônia 5, Jardim Conquista 1, Jardim das Indústrias 15, Jardim Didinha 10, Jardim do Marques 3, Jardim do Portal 2, Jardim do Vale 11, Jardim Emília 12, Jardim Esper 2, Jardim Esperança 3, Jardim Florida 17, Jardim Jacinto 8, Jardim Liberdade 2, Jardim Luiza 3, Jardim Marcondes 3, Jardim Maria Amélia 11, Jardim Maria Amélia III 1, Jardim Marister 1, Jardim Mesquita 4, Jardim Nova Esperança 13, Jardim Novo Amanhecer 5, Jardim Olímpia 1, Jardim Panorama 4, Jardim Paraíba 9, Jardim Paraíso 21, Jardim Paulistano 2, Jardim Pedramar 3, Jardim Pereira do Amparo 5, Jardim Primavera 12, Jardim Real 1, Jardim Santa Maria 44, Jardim Santa Marina 20, Jardim Santa Monica 2, Jardim São Gabriel 6, Jardim São José 3, Jardim São Luiz 4, Jardim São Manoel 2, Jardim Siesta 2, Jardim Sol Nascente 3, Jardim Terras da Conceição 1, Jardim Terras de Santa Helena 2, Jardim Terras de Santana 1, Jardim Terras de São Joao 8, Jardim Vera Lucia 1, Jardim Vista Verde 4, Jardim Yolanda 2, Mirante do Vale 3, Parque Brasil 1, Parque Califórnia 11, Parque dos Príncipes 36, Parque dos Sinos 7, Parque Imperial 10, Parque Itamaraty 10, Parque Meia Lua 30, Parque Nova América 6, Parque Santo Antônio 30, Porto Velho 1, Primeiro de Maio 4, Residencial São Paulo 4, Rio Abaixo 1, Rio Comprido 8, Santa Cruz Dos Lázaros 3, Santa Paula 3, Santo Antônio da Boa Vista 6, São João 10, São Silvestre 2, Veraneio Ijál 5, Veraneio Irajá 2, Vila Aprazível 3, Vila Formosa 7, Vila Ita 2, Vila Machado 6, Vila Pinheiro 8, Vila Romana 5, Vila São João 5, Vila Zezé 10, e Villa Branca 30.
Em uma nova avaliação, o governo do Estado de São Paulo anunciou nesta sexta-feira (10) que irá manter a RMVale na segunda fase de retomada da economia durante a quarentena contra o novo coronavírus. A medida se baseou em critérios sanitários baseados nas 39 cidades da região e impede novas reaberturas até o dia 30 de julho. Com a decisão, permanecem reabertos escritórios, concessionárias, comércio em geral, imobiliárias e shopping centers. Os estabelecimentos podem funcionar com capacidade limitada a 20%, horário reduzido de quatro horas seguidas e mediante adoção de protocolos de higiene específicos. Segundo o Estado, a avaliação levou em consideração a ocupação de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) para Covid-19, a quantidade de leitos para cada 100 mil habitantes, variação de casos da doença, além de variação de internações e de óbitos. Na região, os piores índices atuais são os relacionados às variações de internações e de óbitos, ainda em laranja. No caso da variação de casos, o registro atual corresponde à fase amarela e, na ocupação de leitos e na quantidade dos leitos para cada 100 mil, na fase verde. Na avaliação anterior, feita em 3 de julho, o Vale tinha somente a variação de óbitos na fase laranja, o que indica que hoje foi registrada uma piora nos indicadores. À época, as internações indicavam cor amarela e os três demais critérios correspondiam à fase verde. Apesar da manutenção da fase, o governador pontuou em coletiva de imprensa que é sentida uma desaceleração da pandemia também no interior. Outras 10 regiões avançaram em suas respectivas fases de flexibilização. Nenhuma regrediu. "Estamos ingressando em uma fase de platô no estado de São Paulo, depois de um longo período enfrentando o pico", afirmou Doria. Ele ressaltou que a redução, anteriormente, era registrada somente na capital. Até essa sexta-feira, o estado de São Paulo registrava 359.110 casos e 17.442 mortes provocadas pelo novo coronavírus. O Plano São Paulo conta com cinco fases de flexibilização da economia, sendo a primeira (vermelha) a mais restritiva. As flexibilizações são seguidas pelas fases laranja, amarela, verde e azul. O Vale encontra-se na segunda etapa desde o dia 1º de junho.