Logo Jornal OVALE

notícias

A região sul de Ilhabela está totalmente isolada desde o início da manhã deste sábado (18) após um deslizamento de encosta no bairro Piúva. Uma casa desmoronou com o acidente. Não havia ninguém na residência e não houve feridos. A pista está totalmente interditada nos dois sentidos. A prefeita Maria das Graças Ferreira - Gracinha acionou a Defesa Civil do Estado e o Instituto Geológico (IG). A equipe do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil estão trabalhando na desobstrução da via, mas não há previsão para liberação do tráfego no local. Segundo testemunhas, outra encosta se moveu com as chuvas e está assustando os moradores no bairro Cabaraú, também no sul de Ilhabela. De acordo com a Defesa Civil, o acumulado pluviométrico chega a 309,7 milímetros. A cidade está em estado de alerta. A Estrada dos Castelhanos, que liga a região central da Ilha à Baía dos Castelhanos foi interditada já no km 8. A prefeita também fez vistorias no local.  Segundo a Prefeitura de Ilhabela as chuvas dos últimos dias deixaram cinco residências interditadas, dois desmoronamentos (sendo que a família da outra casa está na casa de parentes) e seis quedas de árvores, sendo três na rede primária de energia. As equipes da Prefeitura e Elektro seguem trabalhando para restabelecer a normalidade no município. Não há registros de vítimas, feridos ou acidentes marítimos. A Defesa Civil está realizando transporte marítimo, em sua embarcação, aos moradores que necessitam seguir para região central do município. Diante do ocorrido, a Unidade Básica de Saúde (UBS) do Sul da ilha, está aberta para atender a população. A Prefeitura reitera que, em situações de emergência, seja acionada a Defesa Civil, que segue de plantão pelos telefones (12) 3896-2802 e 199.
Batman, Homem de Ferro, Mulher-Maravilha, Super-Homem e outros heróis vivem mais próximos do que imaginamos. Talvez o estalo de Thanos no último filme da Marvel tenha criado uma realidade que trouxe os heróis para o Vale do Paraíba. Os Vingadores e a Liga da Justiça lutam contra terríveis vilões em hospitais, asilos ou escolas da região lado a lado. Ser vigilante na vida real é combater outros males que as revistinhas não mostram. Num mundo onde não há super poderes, a vontade de fazer a diferença é a fonte de força, os heróis reais protegem as pessoas sem a ajuda da visão a laser. "Faz parte do DNA, parece que eu fiz isso a vida toda", conta Felipe Victor, de 26 anos. Ele e a esposa, Sabrina Pasquini, criaram uma empresa de festas para viverem num mundo mágico e levar alegria por ai. De princesas a heróis, o casal coleciona mais de 200 fantasias e participa de eventos beneficentes em diversas regiões do estado. Como já dizia o Tio Ben ao Homem Aranha: "com grandes poderes, vem grandes responsabilidades". Trabalhar com o imaginário das pessoas não é uma missão fácil, os heróis se preparam para atuar. "A gente faz o estudo dos personagens, características, da história para passar uma informação correta", afirma Felipe. VILÃO REAL. Batman há três anos, Jouvani Reis, de 45 anos, transformou São José dos Campos em Arkham City. A paixão pelo morcego começou quando precisou enfrentar um vilão da vida real, que assombra muitos pais de família. Ele ficou desempregado. Pai de três filhos, o Batman de São José resolveu transformar sua impotência em alegria para crianças em hospitais da região. "Queria fazer alguma coisa diferente, procurei na internet em como se transformar em super-herói", conta. TATOOINE. Há muito tempo, em uma galáxia distante, pessoas se reuniram para combater o lado negro da força. O grupo 501st, formado por cerca de 20 pessoas de cidades da região, tem o objetivo de divulgar a saga Star Wars através de boas ações. "É uma forma de contribuir e levar alegria através de uma temática que eu gosto", conta Wagner Lacerda, de 38 anos, que se veste de stroop tropper. Em busca de manter a luz em equilíbrio, jedis, rebeldes, strooptroper e o próprio Darth Vader deixam desavenças de lado para levar diversão a quem precisa. Doar um pouco de tempo para quem precisa, é um dos poderes mais puros que a força pode transmitir..  
O Hospital Municipal Dr. José de Carvalho Florence, mantido pela Prefeitura de São José dos Campos em parceria com a SPDM (Associação Paulista para o Desenvolvimento da Medicina), inaugurou nesta terça-feira (14) o novo serviço de atendimento exclusivo para pacientes com trauma. O objetivo é centralizar o atendimento primário destes pacientes em um único espaço, sob os cuidados de equipe especializada própria, formada por cirurgião 24h, dois técnicos de enfermagem e um enfermeiro. Antes, as vítimas de trauma normalmente levadas à emergência pelas unidades do Samu e Bombeiros, eram encaminhadas para a sala vermelha juntamente com outros pacientes em estado grave. Com o novo fluxo e uma equipe exclusiva, focada para estes casos, o atendimento será mais rápido e resolutivo. Entre os casos considerados como trauma estão os atropelamentos, acidentes de trânsito com capotamento, quedas de moto, queda superior a duas vezes a altura do paciente, vítimas de ferimento por arma de fogo, idosos que apresentam fratura de fêmur ou traumatismo crânioencefálico, entre outros. O espaço pode receber até três pacientes ao mesmo tempo, que ficarão no local por até 1 hora, para estabilização, até que sejam encaminhados para outros procedimentos mais invasivos, dependendo da gravidade do quadro. O espaço foi reformado com investimento de R$ 50 mil. Por mês, o Hospital Municipal, atende cerca de 1.000 pacientes vítimas de trauma em seu pronto socorro.
O Fundo Social de São José dos Campos deu início à Campanha do Agasalho 2019. As caixas de coleta personalizadas já podem ser encontradas nas secretarias da Prefeitura, Câmara Municipal, empresas, pontos comerciais, escolas, igrejas e condomínios residenciais. A distribuição das caixas personalizadas teve início em abril e segue durante todo o mês de maio. Os pontos de arrecadação estão espalhados por diversas regiões do município. O foco da campanha deste ano é arrecadar cobertores, roupas novas e em bom estado para garantir a proteção das pessoas em situação de vulnerabilidade social no inverno que se aproxima. Também podem ser doados meias, cachecóis, gorros, roupas para bebês, sapatos, entre outros. Nos moldes do ano passado, a distribuição terá o 'start' pela região norte a partir da segunda-feira (20), por meio das “lojas solidárias” para facilitar o acesso das pessoas. A primeira “loja solidária” será montada no bairro do Bonsucesso (Capela Nossa Senhora do Bonsucesso na Estrada Juca de Carvalho, 17.595-18.009). No ano passado, 200 mil peças foram arrecadadas e 30 mil famílias foram beneficiadas direta e indiretamente. A participação da comunidade joseense nesta ação social é tradicional e muito forte em termos de contribuições no recolhimento de agasalhos destinados às famílias carentes e que integram os programas sociais desenvolvidos na cidade. Este ano também, a comunidade pode fazer doações de mantas, roupas, coleiras e casinhas para os cães e gatos. Para informações sobre a Campanha do Agasalho 2019 acesse o site doasaojose.com.br ou entre em contato pelo telefone 3911-8060.
Balanço da Vigilância Epidemiológica indica que Taubaté encerrou a primeira quinzena de maio com 72 casos confirmados de dengue. Desse total, são 46 casos autóctones (contraídos no próprio município) e 26 casos importados. No mesmo período do ano passado foram registrados 29 casos, dos quais 25 autóctones e 4 importados. Não há registro de casos de zika, chikungunya e febre amarela. O aumento de casos de dengue em 2019 no comparativo com 2018 reforça o alerta para cuidados redobrados da população na eliminação de criadouros do mosquito Aedes aegypti. Na próxima segunda-feira, 20 de maio, a Prefeitura de Taubaté inicia uma dupla ofensiva de prevenção e conscientização nos bairros Cecap e Gurilândia com cerca de 50 pessoas envolvidas, entre agentes de controle de vetores, funcionários da Secretaria de Serviços Públicos e militares do Exército. Entre os dias 20 e 31 de maio, o Cecap vai receber a operação Xô Mosquito/ Xô Escorpião, que vai envolver o recolhimento de materiais inservíveis, orientação quanto à limpeza de terrenos e residências, correto acondicionamento do lixo e a eliminação de criadouros. Esta operação vai focar tanto o mosquito quanto os escorpiões. Já entre 20 e 24 de maio, militares do Exército vão apoiar uma operação voltada especificamente ao combate ao mosquito na região da Gurilândia. Esta ação também contará com a distribuição de panfletos, orientações e recolhimento de inservívei
A Fundhas (Fundação Hélio Augusto de Souza) lança a partir da próxima semana seu novo projeto: Família Empreendedora. Por meio de oficinas presenciais de empreendedorismo e qualificação profissional, os pais e responsáveis de crianças e adolescentes da Instituição poderão aprender técnicas que contribuem para inserção no mundo do trabalho. As oficinas serão todas de 8 horas para facilitar a participação efetiva das famílias. As aulas serão certificadas pelo Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza). Cada unidade da Fundhas poderá disponibilizar até 40 vagas. Cerca de 560 famílias poderão participar do projeto até o final do ano. Oficina de hotelaria A primeira oficina acontece nesta segunda-feira (20), às 17h30 na Unidade Embraer, que fica no Putim (região sudeste). Os pais e responsáveis, em sua maioria moradores do Pinheirinho do Palmares, foram convidados pela equipe gestora da Unidade. Professores do Cephas irão passar técnicas práticas de camareiro e orientações de hotelaria e empreendedorismo nos dias 20 e 27 de maio, das 17h30 às 21h30. Após o curso, será organizada uma visita a um hotel da cidade para os familiares verem na prática o que aprenderam durante as aulas. “Acho que esta é uma boa proposta, aprender coisas novas é importante. Estou curiosa para começar e espero que ajude muitos pais”, disse Simone Simeão, mãe do Erick Samuel e do Esmael Henrique, ambos de 7 anos, alunos da Fundhas Putim. “A Fundhas está sendo maravilhosa para meus filhos, eles entraram há um ano e estão se desenvolvendo bem. O Erick está mais comunicativo e o Esmael fez novos amigos”, comentou. O projeto O convite e motivação para presença nas oficinas são feitos pela equipe do Serviço Social e da gestão de cada unidade. As próximas turmas devem acontecer no segundo semestre, com programação a ser definida pelas unidades.
Os interessados em prestar o Vestibulinho do Cephas (Centro de Educação Profissional Hélio Augusto de Souza) para concorrer a uma das 320 vagas nos cursos técnicos têm até esta segunda-feira (20) para se inscrever. São seis cursos técnicos gratuitos. As inscrições devem ser feitas exclusivamente pela internet, com taxa de R$ 23. Os candidatos precisam prestar atenção aos requisitos do edital. É necessário que o candidato seja morador de São José dos Campos há, no mínimo, dois anos. As exigências e especificações de cada curso estão disponíveis também no edital, no site do Cephas. Após a inscrição online é necessário o pagamento da taxa de R$ 23 na rede bancária até terça-feira (21), durante o horário de expediente bancário. As 320 vagas são para os técnicos em Administração (manhã, tarde e noite), Edificações (noite), Eletrônica (noite), Mecânica (manhã), Enfermagem (manhã) e Química (tarde). O Cephas fica na Rua Tsunessaburo Makiguti, 399, Floradas de São José (região sul). Aulões gratuitos Durante esta semana, o Cephas tem ofertado aulões gratuitos para os candidatos inscritos. Foram disponibilizadas 80 vagas para as aulas, que acontecem até este sábado (18). As vagas encerraram em poucas horas. Os inscritos recebem aulas de Física, Química, Biologia, Matemática, Língua Portuguesa e Inglês. Adriana Alves da Silva, 17 anos, está no segundo semestre do técnico em Administração e considera que os aulões foram imprescindíveis para sua entrada no curso. “Gosto muito do curso, para mim é uma experiência única estudar aqui. Participei dos aulões no ano passado e isto me ajudou muito. Os professores orientavam sobre o que estudar, passavam exercícios, valeu muito a pena”, conta. Vestibulinho A prova de seleção, com duração de três horas, será realizada em 9 de junho, às 14h, na Unip (Universidade Paulista), localizada no km 157,5 da rodovia Presidente Dutra no sentido SP, Jardim Limoeiro (região oeste). Mais informações no site do Cephas ou pelo telefone (12) 3934-1995.