Logo Jornal OVALE

notícias

O Taubaté deixou escapar a primeira vitória no Campeonato Paulista de Futebol Feminino. Neste domingo, empatou por 4 a 4 com o Juventus, na Rua Javari, quando vencia por 4 a 2 até aos 43min da etapa final. Com o resultado, o time comandado pelo técnico Arismar Júnior segue sem vitórias no campeonato e na lanterna do grupo 2, com 3 pontos, após sete jogos disputados. O time da Mooca segue em quarto lugar, com 5 pontos. Agora, as Meninas do Burrão voltam a jogar no próximo domingo, quando recebem o vice-líder Santos, a partir das 15h, no estádio Joaquinzão. Na Mooca, o primeiro tempo foi equilibrado, mas as taubateanas sofreram o primeiro gol aos 43min, com Vivian, placar que se manteve até o intervalo. A movimentação que faltou no primeiro tempo, sobrou na etapa final. A equipe da região reagiu logo aos 2min da etapa final, empatando com Tainá. Mas a alegria não durou muito, já que três minutos depois Thaís fez o segundo gol das juventinas. Aos 13min, o Taubaté novamente reagiu e empatou com Martinha, deixando o time novamente dentro da partida. A virada não demorou muito. Aos 15min, Thalita aproveitou a chance que teve e marcou o gol. O quarto gol das Meninas do Burrão veio com Lucélia, aos 21min da etapa final, encaminhando a vitória. Mas a vitória que parecia definitiva escapou no final. Aos 43min, o Juventus descontou com Thais. E, aos 50min, de pênalti, Dani Ortolan empatou.
O São José perdeu a invencibilidade no Campeonato Paulista da Quarta Divisão. Neste sábado, levou 2 a 0 do líder Paulista de Jundiaí, fora de casa, no estádio Jaime Cintra, pela sétima rodada da primeira fase do grupo 5. Além de perder pela primeira vez, o time da região também caiu para o terceiro lugar na chave, com 10 pontos, já que o Amparo venceu o Atlético Mogi fora de casa e ultrapassou a Águia do Vale. Além disso, a equipe comandada pelo técnico Francisco Oliveira completa três partidas seguidas sem vitórias - foram dois pontos nos últimos nove disputados. No primeiro turno, em casa, o São José já havia empatado sem gols com o time de Jundiaí. Curiosamente, na Quarta Divisão do ano passado, a Águia também perdeu a invencibilidade no campeonato para o mesmo Paulista, em Jundiaí, por 3 a 0. Agora, o time da região volta a jogar em casa no próximo sábado, quando recebe o Atlético Mogi, a partir das 19h, no estádio Martins Pereira, em São José dos Campos. O JOGO. O Paulista começou em cima da Águia, embora sem criar grandes chances de gol. Em um duelo de dois times invictos, a cautela foi predominante no primeiro tempo. A primeira grande chance do time da casa veio só aos 25min, quando Jefferson chutou forte e obrigou o goleiro joseense Rafael Mello a praticar grande defesa. O São José só foi levar mais perigo aos 36min, quando Leandro arriscou um chute de longe e a bola passou muito perto do gol de Matheus Lopes.  No mais, os dois times pouco criaram durante a primeira etapa. No segundo tempo, a partida começou mais movimentada. Logo aos 8min, o atacante Luan, do São José, teve a chance de fazer o primeiro gol, preferiu tocar a bola, perdeu o lance e, no contra-ataque, o Paulista abriu o placar com o atacante Ednan, que se aproveitou também de uma lesão do goleiro joseense Rafael Melo, que acabou substituído em seguida. Em desvantagem no placar, o São José foi para cima, em busca do empate. Porém, o time não tinha muita organização e, nos contra-ataques, acabava dando espaços para o adversário. E, aos 24min, em falha do zagueiro Gabriel Franco, o Paulista ampliou o placar, desta vez com Tuxa. O segundo gol desmoronou de vez o time joseense, que aí não conseguia mais reagir.  O time da casa tinha mais chances de ampliar do que a Águia de reagir. O goleiro Gabriel Adriano, que entrou no segundo tempo, ainda teve que trabalhar em algumas oportunidades. Ficha técnica Paulista: Matheus Lopes; Victor Emerson, Joaquim, Evandro e Yan; Higor, Pedro Demarchi, Tuxa (Kawan) e Nenê; Edinan e Jeferson. Técnico: Edson Pio São José: Rafael Mello (Gabriel Adriano); Kawan, Gabriel Franco, Barão e Luciano Pit; Wesley, Zanetti, Igor Eto'o (Allex), Brenner (Matheus Lemos), Luan e Leandro. Técnico: Francisco Oliveira Gols: Ednan, aos 9min e Tuxa aos 24min do 2º tempo. Árbitro: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro. Cartões amarelos: Kawan, Allex e Luciano Pit (S). Local: Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí. Público: 1.015 pagantes. Renda: R$ 13.240
O São José visita o Paulista de Jundiaí neste sábado, a partir das 15h, no estádio Jaime Cintra, casa do adversário, pela sétima rodada da primeira fase do grupo 5 do Campeonato Paulista da Quarta Divisão. Será também o primeiro jogo do returno desta fase, quando os times começam a se enfrentar novamente. A Águia do Vale, comandada pelo técnico Francisco Oliveira, está invicta no torneio, assim como o adversário de logo mais. O Paulista, porém, tem campanha mais sólida e lidera a chave com 14 pontos, com quatro vitórias e dois empates. O São José, por sua vez, está com 10 pontos, quatro a menos do que o líder, e tem apenas duas vitórias e quatro empates na competição. Na rodada passada, o time da região empatou por 3 a 3 com o Amparo, fora de casa, quando alcançou o gol da igualdade já no final da partida. Com os quatro primeiros colocados se classificando para a segunda fase, a Águia está em segundo lugar, hoje com quatro pontos a mais do que o Atlético Joseense, primeiro time fora da zona de classificação. Assim, para se manter entre os primeiros, os joseenses tentam segurar o líder do campeonato. Na estreia da competição, em abril, no estádio Martins Pereira, as duas equipes empataram por 0 a 0, com o Paulista criando as melhores oportunidades de gol. Para este sábado, o técnico do São José deverá manter a mesma escalação que empatou com o Amparo na rodada passada. Ficha técnica:  Paulista: Matheus; Victor Emerson, Joaquim, Neto e Yan; Kawan, Pedro Demarchi e Tuxa; Nenê, Edinan e Jéferson. Técnico: Edson Fiu São José: Rafael Mello; Kawan, Gabriel Franco, Barão e Luciano Pit; Wesley, Zanetti e Leandro; Matheus Lemos, Luan e Brener. Técnico: Francisco Oliveira Árbitro: Flávio Roberto Mineiro Ribeiro. Local: Estádio Jaime Cintra, em Jundiaí. Data: Sábado, 18 de maio de 2019. Horário: 15
Haja fôlego! São José dos Campos receberá neste domingo a a primeira etapa 2019 do Duathlon do Vale e da Super 5k, tradicionais competições do calendário de corridas da cidade. As provas acontecerão no percurso longo da Via Oeste, ambas com saída do estacionamento do Colinas Shopping. O percurso de cinco quilômetros da Super 5k tem largada às 7h e inicia o trajeto na Avenida Major Miguel Naked, próximo ao estacionamento do Colinas Shopping, seguindo pela Via Oeste até a primeira rotatória e retornando ao ponto de chegada. Já quem participará da Duathlon do Vale, larga às 8h15, seguindo pela Via Oeste até a última rotatória para iniciar o caminho de volta até a Avenida Major Miguel Naked. A modalidade acontece em duas categorias: a Sprint e a Standard. Todas as provas terão premiação para os primeiros colocados. Os cinco primeiros na classificação geral (feminino e masculino) da Super 5k levam um troféu. Já a classificação por idade premia os três primeiros de cada faixa etária e a equipe com maior número de inscritos. Quem se classifica no geral fica fora da disputa por idades. As premiações nas duas categorias serão iguais às da corrida. Os primeiros cinco colocados no geral levam troféus, além da pontuação no ranking. Segundo a HL Eventos, organizadora do evento, através de uma parceria com a Decathlon, a premiação será de até R$ 17.000 em vale compras na loja, para os mais bem colocados nas três etapas do circuito Duatlhon do Vale 2019. A retirada dos kits está marcada para o sábado, entre as 10h e as 18h, na Loja Decathlon, ao lado do Vale Sul Shopping. Já para os não residentes em São José dos Campos e para quem tem mais de 60 anos, a retirada será feita no dia do evento, das 7h às 7h55, no local..  
O São José Futsal continua sem vencer na Liga Nacional da modalidade. Na noite desta sexta-feira, perdeu por 3 a 1 fora de casa para o então lanterna Blumenau e, com o resultado, caiu para o último lugar na tabela, com apenas um ponto ganho. Foi o primeiro triunfo do time de Santa Catarina no campeonato. Na semana que vem os joseenses, comandados pelo técnico Flavinho Cavalcanti, têm dois compromissos. O primeiro na terça-feira, fora de casa, contra o Taboão pela última rodada da primeira fase Campeonato Paulista Pênalti. Depois, na sexta-feira, dia 24 o São José recebe o Sorocaba, terceiro colocado no campeonato, no Tênis Clube, pela Liga Nacional, a partir das 20h15. Contra o Blumenau, a partida começou equilibrada. O São José alternava entre uma marcação pressão e uma de meia quadra enquanto que o time da casa tentava tomar mais a iniciativa. No entanto a defesa do São José estava bem postada e isso acabou permitindo espaços para subir ao ataque. Depois de alguns minutos as chances começaram a aparecer, Don teve boa oportunidade e também Vandinho e Gê, com chutes a distância. Porém foi nesse momento que o Blumenau abriu o placar com uma cobrança de falta de Willian. Precisando do resultado, o São José acelerou seu jogo e cinco minutos depois veio o empate: Vandinho carregou pela ala e passou para Fabrício, que pegou de primeira para deixar tudo empatado. Já no fim da primeira etapa, em tiro livre para o time da casa, Altenir Jr. entrou no lugar de Daniel e defendeu o chute, garantindo o empate antes da saída do intervalo. O segundo tempo repetiu a mesma intensidade do primeiro, com os dois times buscando espaços para ganhar quadra. Dessa vez, porém, o São José entrou mais acelerado em quadra e, com isso, logo nos primeiros minutos foram criadas muitas chances de gol. Don, em uma girada de bola e Pelé, em cobrança de falta, tiveram boas oportunidades. Com 7 minutos jogados Don, foi expulso e o São José se segurou na defesa durante esse tempo para não tomar gol. O goleiro Daniel ia fazendo boas intervenções para segurar o resultado. No entanto os joseenses logo estouraram no limite de cinco faltas e tiveram que adotar uma marcação mais passiva. Faltando três minutos para o final, o Blumenau ficou novamente à frente do placar, com chute de Libanio. Goleiro linha para o São José Futsal até o fim da partida, com Alegria fazendo a função. Apesar de muita movimentação, o São José não conseguiu achar o gol e ainda teve Gê expulso no fim. Na cobrança de tiro livre, Ruan fez o terceiro do time da casa: 3 a 1.