Ideias

PERÍODO PASCAL E A ESPERANÇA RENOVADA

Georges Salim Assaad Junior Advogado em São José dos CamposPublicado em 30/03/2018 às 21:22Atualizado há 08/07/2021 às 06:37

Muito antes do nascimento de Jesus Cristo os judeus celebravam a libertação dos Hebreus da escravidão no Egito desde o ano 1446 a.C., a "Pessach", que significa "passar sobre". Quando, segundo a tradição judaica, Deus enviou as "10 pragas" sobre os egípcios, mas para que os hebreus não fossem vitimados com a morte de seus primogênitos, o profeta Moisés os instruiu para que fizessem sacrifícios com cordeiros. O Faraó, temendo a ira da "Passagem do Anjo da Morte", acabou libertando o povo de Israel. Para os Cristãos, a Páscoa não se resume ao domingo. A "Quinta-feira Santa", quando Jesus reuniu seus discípulos numa mesa de jantar, já sabendo seu destino, os preparou para a morte, compartilhando com eles pão e vinho, representação de seu corpo e sangue, que seriam depois de algumas horas sacrificado. Seria a "Última Ceia".

A "Sexta-feira Santa" foi o dia em que houve o "sacrifício" do "Cordeiro de Deus", Seu filho. Após injustamente ser preterido pelo povo, que resolveu libertar Barrabás - um assassino - num julgamento em que o Pôncio Pilatos, governador da Judeia - que, também, atuava como juiz - literalmente "lavou as mãos". O "Sábado de Aleluia" é também o dia que antecede Sua ressurreição e ascensão aos Céus, no domingo de Páscoa. O meu desejo, é o mesmo o que de todos os brasileiros de bem. Almejamos liberdade, justiça, paz, e que os 11 "Pôncios Pilatos" de hoje não lavem suas mãos. Desejamos que os magistrados respeitem as leis, e determinem que quem cometeu crimes, cumpram suas respectivas penas, para que assim, renasça em todos nós a esperança de um país melhor para todos!.

LEIA MAIS

20/09/2021 - 13:13

19/09/2021 - 01:31

VER MAIS
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: