Carlito Paes

O que guardar?

Por vezes, os desafios de um tempo novo podem ser ainda maiores do que em tempos de plena crise

Carlito Paes, Bacharel e Mestre em Teologia, pastor Líder da Igreja Batista da Cidade de São José
20/05/2022 às 16:01.
Atualizado em 21/05/2022 às 00:38

Um rei que foi considerado o homem mais sábio do mundo escreveu: “Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida”. O rei Salomão, autor do livro dos Provérbios bíblicos, não era alguém com pouca coisa a guardar. Salomão era conhecido mundialmente por sua vasta riqueza, seus palácios, celeiros e bens. Mas, de tudo o que ele poderia focar em guardar e zelar, ele apontou para uma coisa: o coração. No evangelho segundo Mateus, Jesus também disse algo semelhante: “que adiantará o homem ganhar o mundo inteiro, e perder a sua alma?” 

O que temos procurado guardar? Estamos em um tempo bastante diferente: depois de dois anos de intensas crises em todo mundo por causa de uma pandemia com consequências profundas em toda a sociedade, estamos vendo movimentações geopolíticas importantes diante do conflito na Ucrânia. E, se há algum tempo, todos estávamos preocupados em como liderar, agir e decidir em meio a uma tempestade, agora, estamos diante de um novo ciclo. As coisas estão voltando à normalidade, por assim dizer, mas o fato é que o mundo nunca mais será o mesmo. E, por vezes, os desafios de um tempo novo podem ser ainda maiores do que em tempos de plena crise. Reconstruir pode ser mais difícil que sobreviver. É hora de repensar, reposicionar, pensar sobre o futuro e re-priorizar. E, então, pergunto: quais têm sido as suas prioridades?

“Guardar o coração” é o conselho bíblico que fala sobre estarmos com a mente e o coração no lugar certo. Outra versão deste texto diz que do coração procedem as fontes da vida. Se você quiser cuidar da qualidade da água, é melhor cuidar bem da sua fonte! Antes de se preocupar com o fruto, cuide bem da qualidade do solo. A escolha de muita gente é a de focar em guardar o dinheiro, ou a forma física, o status social ou mesmo o conforto. Mas a chave aqui é: guarde o seu coração, coloque-o no lugar certo e as fontes irão “irrigar” todo o resto com saúde.

Existem pessoas que vivem no passado, porque acreditam que lá está o conforto e a segurança. Olham para trás com um saudosismo cheio de ilusões que criaram para si mesmas. Mas, na verdade, o passado não salva ninguém. O mundo pré-pandemia não voltará mais. As respostas estão no presente e no futuro e, se temos a graça de estarmos vivos neste tempo, é porque Deus tem um propósito para nossas vidas. Quem está preocupado demais em reter o que tem ou o que lhe resta, não terá os “braços livres” para compartilhar e receber algo novo. Viver a vida da perspectiva cristã é sobre receber, se alegrar e repartir. Não guardamos nada, a não ser o nosso coração; e este, cheio de fé, amor e esperança. Os desafios do mundo não estão mais distantes, estão bem ao nosso lado e todos podemos fazer algo. Guarde sua mente e emoções, e você estará pronto para construir um novo futuro. 

LEIA MAIS

02/07/2022 - 02:10

Amar é verbo
Kelma Jucá

Amar é verbo

01/07/2022 - 20:01

01/07/2022 - 17:29

VER MAIS
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por