Bento Augusto

Estímulo às mudanças: um treino para o cérebro

Bento Augusto - Master Coach e Master Trainer em PNL, fundador e diretor do Instituto VOCÊPublicado em 09/09/2021 às 16:33Atualizado há 11/09/2021 às 00:20

Todos nós possuímos recursos para alterar os nossos estados mentais a qualquer momento. Esta capacidade é uma habilidade necessária para a liberdade emocional e, sem dúvidas, para uma vida mais harmônica e feliz. Em alguns momentos da vida também teremos fases em que nos sentiremos desmotivados e tristes. Portanto, é preciso sabermos lidar com as emoções e querermos experimentar estados com mais recursos possibilitadores.

Em alguma etapa da vida todos nós iremos entrar em contato com estados desprovidos de recursos. Sendo assim, vale ressaltar um dos pressupostos da Programação Neurolinguística que indica: já temos todos os recursos que necessitamos ou então podemos cria-los. Para a PNL não existem pessoas desprovidas de recursos, mas sim estados mentais desprovidos de recursos. Ou seja, é importante treinarmos a construção e a manutenção da estrada que nos leva aos caminhos e condições de possibilidade.

É importante reforçar que o cérebro é uma máquina e não pode ser desligado. Ou seja, mesmo que você esteja tranquilo e seu cérebro não tiver o que fazer, ele automaticamente irá começar a fazer alguma coisa, não importa o que seja. Vale ressaltar que, se não determinarmos o que vamos pensar e não definirmos nossos estados internos, o cérebro é quem escolherá por nós e poderá fazer escolhas diferentes das quais desejamos e esperamos que seja feita. Por outro lado, é relevante lembrar que sempre podemos escolher nossos pensamentos e, com eles, trabalhar nossos estados internos.

Você provavelmente deve estar se perguntando: "Bento, como eu consigo mudar meu estado interno diante de uma situação desagradável?", eu vou te explicar. Imagine que você está aproveitando um momento de lazer, descansando e seu cérebro opte por remoer fatos desagradáveis e trazer todas aquelas memórias que te deixam triste de volta. Você pode optar que elas fiquem e acabem com o seu momento de lazer ou pode treinar a sua mente para que essa experiência mude e controlar o que ocorre dentro dessa máquina que chamamos de cérebro. É você quem comanda seus pensamentos. Se não indicarmos o caminho que queremos que ele faça, ele fará o que considerar melhor naquele momento e até mesmo seguir o caminho que outra pessoa indicar.

Por este motivo, é importante lembrarmos sempre que: corpo e mente formam um só sistema e ambos se influenciam. Ao considerarmos ambos um só sistema, podemos modificar nosso estado por meio da forma de pensar e agir.

LEIA MAIS

As marcas não tem sossêgo

19/09/2021 - 01:31

18/09/2021 - 07:35

18/09/2021 - 07:32

VER MAIS
Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: