Especial

Às vésperas da Copa do Mundo, Neymar vira 'descartável' no PSG e entra em xeque

Contudo, nos bastidores, sabe-se que o astro Mbappé, que recentemente renovou contrato com o clube francês, disse que uma das condições para continuar seria a saída do brasileiro

Marcos Eduardo Carvalho
30/06/2022 às 15:45.
Atualizado em 03/07/2022 às 01:41
Neymar (Darren Staples/REUTERS/Direitos Reservados)

Neymar (Darren Staples/REUTERS/Direitos Reservados)

Em ano de Copa do Mundo, mais uma vez Neymar vive momentos difíceis. Agora, nesta última semana, a imprensa francesa noticiou que o Paris Saint Germain simplesmente não quer mais contar com o atleta brasileiro na próxima temporada, ou seja, a partir do segundo semestre. No entanto, oficialmente ninguém diz nada.

Contudo, nos bastidores, sabe-se que o astro Mbappé, que recentemente renovou contrato com o clube francês, disse que uma das condições para continuar seria a saída do brasileiro. Também nos bastidores, Neymar teria dito a pessoas próximas que se sente “humilhado” e que gostaria de voltar ao Barcelona.

Contratado em 2017, com status de super star, o camisa 10 da Seleção Brasileira fazia parte de um projeto ousado do milionário clube francês, que na temporada passada também contratou Lionel Messi. Contudo, o sonho de conquistar o inédito título da Liga dos Campeões ainda não veio, o PSG fracassou e Neymar é apontado como o grande culpado.

Afinal de contas, na última temporada, o brasileiro fez apenas 22 jogos no time francês, que mais uma vez fracassou na Liga dos Campões.

Isso sem contar as constantes lesões do brasileiro e a acusação também nos bastidores de que Neymar não levaria os treinos tão a sério e estaria sempre acima do peso. Verdade ou mentira, o fato é que o brasileiro não correspondeu como se esperava no Paris Saint Germain.

FUTURO INCERTO

Com salários e multas rescisórias altas, Neymar sabe que dificilmente outro clube no momento estará disposto a pagar o valor alto da multa rescisória do atleta, que ainda tem contrato com o PSG. No entanto, já existe até mesmo a possibilidade de se emprestar o jogador brasileiro para outro clube. E os franceses pagariam até parte do salário. E uma dessas possibilidades seria justamente o Barcelona.

Mas o fato é que o brasileiro tem contrato até 2025 com o clube francês e um rompimento agora, de acordo com o que foi acertado, faria o PSG pagar cerca de R$ 1 bilhão ao brasileiro, que nos bastidores também promete dificultar ao máximo a vida do clube francês.

COMO FICA A COPA DO MUNDO?

Agora, quem deve também estar preocupado é o técnico Tite. Afinal de contas, em novembro tem Copa do Mundo e o jogador é a principal esperança do time canarinho para buscar o hexa. Aliás, nesta última semana, se completou 20 anos desde quando o Brasil ganhou sua última Copa do Mundo, na Coreia do Sul e Japão, no inesquecível pentacampeonato.

Até a Copa, a expectativa é de que o brasileiro possa estar jogando em alto nível em algum grande clube europeu, mesmo que seja o próprio PSG.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por