Flávio Bolsonaro passa a integrar CPI da Covid após ida de Ciro Nogueira para a Casa Civil

Agência O GloboPublicado em 28/07/2021 às 00:07Atualizado há 28/07/2021 às 00:20
Flávio Bolsonaro (Divulgação)

Flávio Bolsonaro (Divulgação)

O senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ), que já costumava participar das reuniões da CPI da Covid, agora faz parte oficialmente da comissão. Com a saída do senador Ciro Nogueira (PP-PI), que aceitou o convite do presidente Jair Bolsonaro para ser ministro da Casa Civil, Luis Carlos Heinze (PP-RS), que era membro suplente, se tornou integrante titular da CPI da Covid. E, para o lugar dele, entra Flávio, que é filho do presidente Jair Bolsonaro.

Mesmo sem integrar a CPI, Flávio apareceu em várias sessões para defender o governo do pai. Em algumas ocasiões, bateu boca com o relator da comissão, Renan Calheiros (MDB-AL), que faz oposição a Bolsonaro.

A CPI investiga principalmente ações e omissões do governo federal durante a pandemia. Os senadores governistas, que são minoria na comissão, tentam investigar principalmente os desvios de estados e municípios, como forma de desviar o foco do Ministério da Saúde e de Bolsonaro.

Um dos alvos dos governistas é o governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), filho de Renan Calheiros. No começo da CPI, o relator foi inclusive criticado por participar de uma comissão que poderia investigar o filho dele. Com a entrada de Flávio na CPI, a base governista faz o mesmo agora, com um integrante que é filho de outro alvo, no caso Bolsonaro.

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: