Surto de doença afeta estreias de filmes e turnês

PREOCUPAÇÃO. O surto do COVID-19 causou diversos prejuízos à indústria cultural nesta semana. Por conta da recomendação feita pela OMS (Organização Mundial da Saúde) para que sejam evitadas aglomerações, diversos eventos foram adiados ou cancelados. Entre os prejudicados estão o festival Lollapalooza, que teve suas edições da Argentina, Brasil e Chile adiadas. No Brasil, o evento de música deve ocorrer em dezembro deste ano. O grupo The Offspring iria fazer um show no Brasil em março, junto com o Pennywise. Todas as datas foram adiadas. O grupo Backstreet Boys também faria shows no Brasil e teve que cancelar as apresentações. Tokio Hotel, banda alemã, também foi uma das obrigadas a voltar atrás e cancelar suas datas, assim como os britânicos do Mcfly.

No cinema, estreias programadas para esta semana foram adiadas, incluindo os filmes "A Menina Que Matou Seus Pais" e "O Menino Que Matou Meus Pais", que conta a história de Suzane Von Richthofen. A parte dois do filme "Um Lugar Silencioso" também teve sua estreia adiada. Séries também foram afetadas. Temporadas novas de The Walking Dead, Grey's Anatomy e Stranger Things tiveram gravações adiadas..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.