Pronto para entrar em campo

José Luiz de Souza - Colunista Social |

No cenário esportivo, o Campeonato Paulista está suspenso por tempo indeterminado em função da pandemia da Covid-19. No econômico, o governo paulista prorrogou até 11 de abril o fechamento de bares e restaurantes que só funcionam no sistema delivery. Apesar desse quadro, o chef Luciano Guedes prepara-se para “entrar em campo” e, enfrentando vários obstáculos, ajusta a inauguração em Guaratinguetá do Barbola, restaurante que abrirá as portas quando possível. A escolha da cidade para o empreendimento se deve aos sócios, o casal Renata e Edirleu Amorim, serem de Guará. E também a indicação da cervejaria Heineken, que apontou o local como promissor. O Barbola nasceu em Brotas, em 2013, e a versão regional vai seguir a mesma temática esportiva. “Na decoração, teremos desde uma camisa de time de várzea até de craques como Pelé, Neymar, Ronaldo, todas autografadas. Itens de Anderson Silva e até uma luva do boxeador americano George Foreman”, comenta Guedes, que transita pelo mundo das cozinhas desde 2004. Ele morou na Alemanha, onde trabalhou no italiano “Amore Mio” e, ao retornar ao Brasil, trabalhou com chefs renomados como Emmanoel Bassoleil, Jun Sakamoto, e Claude Troisgros, de quem ficou amigo. Estagiou na Le Cordon Bleu de São Paulo, é chef especialista em ultracongelamento de alimentos e também de “Sous Vide”, técnica francesa de armazenamento de alimentos. De quebra, é consultor de restaurantes e marcas Rational, Irinox, Unox e Robot Coupe. Em Guará, a casa terá uma cozinha contemporânea internacional. E sobre o momento difícil que o mercado enfrenta, comenta: “temos que tentar mudar o cenário e devolver emprego a quem, infelizmente, perdeu seu lugar”. Instagram @barbolaguara

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido, assistido, curtido e compartilhado. São mais de 23 milhões de visualizações por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação da edição impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.