Aldir Blanc ganha homenagem um ano após sua morte

Divulgação | @jornalovale

No dia 4 de maio de 2020, Aldir Blanc, um dos mais importantes compositores brasileiros, nos deixava. O músico e compositor faleceu no ano passado, vítima da Covid-19, e foi homenageado ao virar o nome da lei de auxílio aos trabalhadores da cultura durante a pandemia. O Ecad (Escritório Central de Arrecadação e Distribuição) fez um levantamento sobre as obras musicais do artista para prestar mais uma homenagem.

O estudo apontou as músicas de autoria de Aldir Blanc que mais tocaram nos últimos cinco anos nos principais segmentos de execução pública. As cinco primeiras foram “Coração pirata”, “O bêbado e a equilibrista”, “Entre a serpente e a estrela”, “A viagem” e “Corsário”.

O Ecad também constatou que a canção “O bêbado e a equilibrista”, uma das mais marcantes da MPB e de autoria de Aldir Blanc e João Bosco, foi a sua mais gravada até hoje. Na lista dos intérpretes que mais gravaram as suas músicas, João Bosco está na liderança, seguido por Moacyr Luz e Elis Regina.

Com um grande repertório que marcou a história da música brasileira, Aldir Blanc tem 613 obras musicais e 43 gravações cadastradas no banco de dados do Ecad. A maior parte de seus rendimentos em direitos autorais pela execução pública de suas músicas, nos últimos cinco anos, foi proveniente dos segmentos de Show, Música ao vivo, TV e Rádio, que correspondem a quase 90% do que é destinado a ele.

É importante ressaltar que seus herdeiros continuam recebendo os direitos autorais pela execução pública de suas músicas. Esse pagamento é assegurado por 70 anos após a morte do autor (ou do último autor, em caso de parcerias), conforme determina a lei do direito autoral (9.610/98).

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido, assistido, curtido e compartilhado. São mais de 23 milhões de visualizações por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação da edição impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.