Festival de Marchinhas de São Luiz do Paraitinga promove aula show e mesas de debate pela internet

Adaptado ao formato virtual, o 36º Festival de Marchinhas de São Luiz do Paraitinga promove nos dias 16, 23 e 30 de janeiro uma aula show com o maestro e multi-instrumentista Alexandre Peixe e duas mesas de debate com participação de Benito Campos - um dos fundadores do Carnaval luizense e do bloco Juca Teles, o compositor Thar Ferreira, a cantora Suzana Salles e o músico Paulo Padilha. Serão três encontros, sempre aos sábados às 10h da manhã com transmissão pela página do facebook da Viva Produções Culturais www.fb.com/crescenteproducoes.

Em decorrência da pandemia pela Covid 19 o Carnaval luizense foi cancelado, entretanto o consagrado Festival de Marchinhas foi mantido e adaptado para o ambiente virtual, aproveitando novas possibilidades de conexão entre artistas e publico. Este ano, além do Festival de Marchinhas e da Mostra das Bandas de Carnaval, a programação trará de forma inédita ações formativas visando fomentar a troca de conhecimento sobre profissionais da área e a história do maior e mais tradicional carnaval do Vale do Paraíba.

Adaptado aos protocolos estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde – OMS, os eventos terão início no dia 16 de janeiro, às 10h com o multi-instrumentista Alexandre Peixe, que irá ministrar uma aula show com o tema “A evolução melódica, harmônica e rítmica das marchinhas luizense”. Voltada para profissionais da música ou simplesmente amantes da folia a mesa trará informações técnicas sobre a marchinha e sua evolução no cenário musical.

Já no dia 23, às 10h, Benito Campos - um dos fundadores do bloco Juca Teles, Thar Ferreira, compositor e líder da Banda Quar de Mata, Suzana Salles – cantora e Paulo Padilha – músico e educador; participam da mesa com o tema “Resumo da história do carnaval brasileiro e seu surgimento na cidade de São Luiz do Paraitinga”. A partir das pesquisas e materiais do acervo dos participantes a mesa apresentará a identidade e a transformação do carnaval luizense, colocando-o como um dos principais eventos no calendário cultural de nosso país.

Por fim, no dia 30, às 10h, os músicos Camilo Frade e Lia Marques participam da mesa “Os filhos do Carnaval Luizense”, que promoverá um bate papo sobre os artistas expoentes da nova geração musical e carnavalesca na cidade de São Luis do Paraitinga

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido, assistido, curtido e compartilhado. São mais de 23 milhões de visualizações por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação da edição impressa, revistas e suplementos especiais. E sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Seja livre, seja OVALE. Viva a democracia. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.