'Velozes e Furiosos' vai acabar no 11º filme, diz site

Agência O Globo |

A Universal Pictures já planeja os dois últimos filmes da franquia "Velozes e Furiosos", que deverá acabar após o lançamento do 11º longa. Os capítulos finais deverão ser dirigidos por Justin Lin, que comandou cinco filmes da saga estrelada por Vin Diesel — quinto ator mais bem pago do mundo — e Paul Walker.

Atualmente, "Velozes e Furiosos" está em seu nono filme, com lançamento previsto para o ano que vem. A produção marcou a volta de Lin à direção da franquia — ele assinou do terceiro ao sexto longas. De acordo com o site Deadline, o diretor já está negociando com a Universal e deve assumir o capítulo final da saga,que será dividido em duas partes.

A expectativa é de que os últimos filmes também contem com a participação de Vin Diesel , Michelle Rodriguez, Tyrese Gibson, Chris "Ludacris" Bridges, Jordana Brewster, Nathalie Emmanuel e Sung Kang. Além deles, Dwayne "The Rock" Johnson e Jason Statham deverão retornar.

Ainda não se sabe quando o final de "Velozes e Furiosos" começará a ser produzido. Iniciada em 2001, a saga lançou Paul Walker (morto em 2013) ao estrelato, no papel de um policial disfarçado que se infiltra em uma gangue de hackers automotivos liderada por Dominic Toretto (Vin Diesel). Nos filmes seguintes, as tramas foram ampliadas para envolver espionagem internacional e armas de destruição em massa.

Embora a Universal planeje encerrar a história principal no 11º filme, é possível que os personagens ainda voltem em spin-offs, como aconteceu em "Velozes e Furiosos: Hobbs & Shaw", lançado em 2019 .

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.