'Parasita' surpreende e é primeiro longa em língua estrangeira a levar o Oscar de Melhor Filme

Além da principal estatueta da noite, trama sul-coreana venceu Melhor Roteiro Original, Melhor Filme Internacional e Melhor Diretor, com Bong Joon Ho

O filme 'Parasita' foi o grande vencedor do Oscar 2020. Além de Melhor Filme, o longa sul-coreano venceu Melhor Roteiro Original, Melhor Filme Internacional e Melhor Diretor, com Bong Joon Ho.

É a primeira vez que um filme de língua estrangeira, não inglês, leva a principal estatueta. A película desbancou o favorito '1917' e outros destaques como 'O Irlandês' e 'Coringa'.

Bon Joon Ho também fez história, derrotando na categoria Melhor Diretor nomes consagrados como Martin Scorsese, Quentin Tarantino, Todd Phillips e Sam Mendes.

PREMIAÇÃO.

O prêmio de Melhor Ator ficou com Joaquim Phoenix, por 'Coringa', e a Melhor Atriz foi Renée Zellweger por seu papel em 'Judy: Muito Além do Arco-Íris'. Além disso, Laura Dern (História de Um Casamento) e Brad Pitt (Era uma vez em... Hollywood) levaram as estatuetas de coadjuvantes.

Representante brasileiro na premiação, 'Democracia em Vertigem', de Petra Costa, não foi premiado na categoria Melhro Documentário, perdendo para 'Indústria Americana'.

'Coringa' também venceu em Trilha Original, e 'Era uma vez em... Hollywood' ficou com Design de Produção. Considerado um dos favoritos, o filme '1917' ficou com Oscar de Efeitos Visuais, Edição de Som, Mixagem de Som e Fotografia. O Roteiro Adaptado foi de 'Jojo Rabbit', enquanto 'Ford vs Ferrari' ficou com o prêmio de Melhor Edição.

'O Escândalo' (Maquiagem e Cabelo), 'The Neighbors' Window' (Curta-metragem), 'Rocketman' (Canção Original), 'Toy Story 4' (Animação), 'Hair Love' (Melhor Animação), 'Learning to skateboard in a warzone' (Curta)

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.