Festival de músicas independentes e autorais anuncia line-up em São José

Thais Perez @_thaisperez | @_thaisperez

Integrando a programação do Mês da Música da FCCR (Fundação Cultural Cassiano Ricardo), a edição de 2019 do Festival TMA (Tributo à Música Autoral) vai reunir atrações da música independente do Brasil e da região.

O festival acontece no dia 23 de novembro, no Centro Cultural Clemente Gomes, que fica na sede da FCCR, em São José dos Campos.

Em sua terceira edição, o evento traz uma série de apresentações musicais de música essencialmente autoral, além de intervenções artísticas, workshop, roda de conversa e feira de produtores regionais. A entrada será gratuita e o festival vai acontecer durante o dia todo, das 10h às 23h.

LINE-UP.

A banda paranaense Molho Negro é uma das convidadas do festival. Com sonoridade rock e punk, o grupo tem músicas com letras em português e um tom levemente debochado em cima de temas sérios.

A cantora YMA, que também é artista visual, compõe uma gama de nomes femininos que estarão no festival. Neste ano, ela lançou seu primeiro álbum, intitulado "Par de Olhos".

Uma mistura de new wave e punk rock vai tomar conta do palco com a banda Deb And The Mentals, que também tem uma mulher no vocal.

O projeto 1lum3, de Luiza Soares, também é parte do line-up do TMA neste ano.

Para complementar a programação, a dupla joseense Komunga vai apresentar seu afro-futurismo performático no festival. A banda de rock Saltines, também de São José, vai mostrar se som sujo, distorcido e sem métricas.

AUTORAL.

O TMA reúne há 3 anos a comunidade de bandas independentes e produtores independentes da região, com o objetivo de fortalecer e criar espaço para bandas autorais.

"A musica independente e alternativa sempre esteve longe dos holofotes da indústria fonográfica e a importância desse tipo de festival é quebrar essa hegemonia que existe nela", afirma Bruno Mantovanni, produtor cultural do TMA.

Usando a música em seu estado puro como principal fio condutor da cultura, o festival não só promove shows, mas também forma um público que valoriza a cena local.

"O TMA acredita na potência da música em promover encontros, experiências, gerar conexões e opção de consumo cultural para os mais diversos públicos", finaliza Mantovanni..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.