+ Design

Governo Bolsonaro nega irregularidades e anuncia investigação a irmãos Miranda

Publicado em 16/06/2021 às 00:00Atualizado há 24/07/2021 às 01:27

POSIÇÃO. Em resposta a suspeitas de irregularidades na compra da vacina Covaxin, representantes do Planalto afirmaram que a Presidência pediu a abertura de investigações na Polícia Federal e na PGR (Procuradoria-Geral da República) contra o servidor Luís Ricardo Miranda e o deputado federal Luís Claudio Miranda (DEM-DF), que são irmãos e autores de denúncias de que houve pressão atípica para a compra do imunizante indiano. O recado foi dado pelo ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, ao lado do assessor especial da Casa Civil Elcio Franco, que é um dos investigados na CPI da Covid. "Quero alertar ao deputado Luís Miranda: o que foi feito hoje, no mínimo, é denunciação caluniosa, e isso é crime tipificado no Código Penal", disse Lorenzoni, que também acusou os irmãos de fraude processual..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: