São José dos Campos
20º / 26º
No decorrer do dia o dia ter com variao de nebulosidade na regio.
+ Design
Maro 07, 2020 - 02:00

Entenda o adenocarcinoma, cncer de pulmo de Ana Maria Braga

Apresentadora do programa 'Mais Voc' (Globo), revelou que j est em tratamento com imunoterapia e quimioterapia;

Brbara Monteiro @Barbara_OVale

Estima-se que 30.200 pessoas no pas, s neste ano, iro adquirir cncer no pulmo, segundo previso do Inca (Instituto Nacional de Cncer). Este o segundo tipo de tumor que mais atinge os brasileiros. No entanto, o problema s ganhou notoriedade recentemente aps a apresentadora do programa "Mais Voc" (Globo), Ana Maria Braga, 70 anos, revelar ter sido diagnosticada novamente com a doena - ela j teve outros "dois pequenos" tumores na regio.

"Fui diagnosticada agora no comeo do ano com outro cncer de pulmo. um adenocarcinoma ou seja, semelhante aos outros, mas mais agressivo. Ele no passvel de cirurgia ou de radioterapia", declarou a apresentadora no programa preocupando os seus fs.

Dados do instituto apontam que em 2017, ocorreram 11.792 bitos entre o sexo feminino ou 11,4% do total de mortes por tumores malignos. Os homens lideraram a estatstica com 16.137 falecimentos computados, o que significou 14% dos casos de cancr.

Linha tnue.

A taxa de cura para tal cncer positiva quando detectada nos primeiros estgios. Segundo Gustavo Schvartsman, oncologista clnico da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, a chance de recuperao de at 90%. Mas, quando descoberta em fase avanada, a sobrevida em cinco anos reduzida para 10%. "Apesar de sua incidncia vir diminuindo desde a dcada de 1980, o tumor no pulmo de alta prevalncia. Dados do Inca apontam que o nmero de bitos neste ano deve chegar a 27 mil", afirmou Schvartsman.

No caso, a apresentadora do "Mais Voc" possui o adenocarcinoma, que um subtipo de tumor e o mais comum dentro de um grupo chamado de "no pequenas clulas". Ele "mais agressivo" e sem possibilidade de cirurgia ou radioterapia.

O tratamento de Ana Maria est sendo realizado em duas frentes: a quimioterapia e imunoterapia, com intervalos de 20 dias.

"Quero contar com sua fora a do outro lado e suas oraes. Tenho muita f, tenho uma fora que vem de Deus, acredito que vou sair dessa e vou dividindo esses momentos com vocs", declarou ela durante a atrao.

Revoluo.

De acordo com o Inca, para um tratamento adequado necessrio fazer um diagnstico histolgico e um estadiamento para definir se a doena est localizada no pulmo ou se existem focos em outros rgos. Para os pacientes com doena localizada, e, particularmente, sem linfonodo (gnglio) aumentado (ngua) na regio entre os dois pulmes, o processo cirrgico, seguido ou no de quimioterapia e radioterapia.

J em diagnsticos em que a doena est localizada no pulmo e nos linfonodos, a ao realizada com radioterapia e quimioterapia ao mesmo tempo. Em pacientes que apresentam metstases a distncia, o mtodo usado a quimioterapia e em situaes selecionados, com medicao baseada em terapia-alvo.

Causa e motivo.

Segundo dados do Instituto Nacional de Cncer, cerca de 90% dos casos da doena no pulmo esto ligados ao tabagismo. Isso um fator de risco importante que as pessoas precisam estar em alerta.

Segundo o mdico, a enfermidade pode tambm acontecer com pessoas que no fumam, mas h uma relao forte com quem tem o hbito; e por poluio do ar e questo ambiental como o contato com a fumaa do fogo a lenha.n

Publicidade
Publicidade
Publicidade  
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

promessmetro