+ Design

Médico e padre se unem em Redenção pela reconstrução da cidade nos anos 70

19/06/2019 às 00:00.
Atualizado em 25/07/2021 às 15:40

MEMÓRIA. Obrigado a renunciar após ser vítima de um golpista, o médico Neymar Neves de Azevedo, ex-prefeito de Redenção da Serra nos anos 1970, conta que a luta pela reconstrução da cidade foi marcada por um "senso de responsabilidade, um peso muito grande", mas que ele se sente "às vezes desiludido". "A pressão era muito grande. Não tinha apoio lá em cima e o povo cobrando. Temos mágoa de Natel até hoje", diz Leninha.

Outro herói de Redenção foi o padre José Knob, que completou 50 anos de sacerdócio em 2019. Ele viveu na cidade por 25 anos. "Ele construiu a Igreja no peito, pegava no pesado e ainda motivava a população para não desistir. É uma referência de fé e de resistência", conta o jornalista João Carlos de Faria..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por