Sessão Extra

Sessão Extra: Após corte de bolsas do Inpe, vereadoras do PT criticam Bolsonaro

Sem receber verba do governo federal para o programa, instituto suspendeu o trabalho de 107 pesquisadores

05/02/2021 às 00:16.
Atualizado em 01/07/2021 às 04:14
Inpe (Divulgação)

Inpe (Divulgação)

Inpe sem verba

Após a notícia de que o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) suspendeu o trabalho de 107 pesquisadores da instituição por falta de dinheiro para seu programa de bolsas, as duas vereadoras do PT em São José dos Campos criticaram o governo Jair Bolsonaro (sem partido).

Descaso

“Infelizmente este governo trata com total descaso a ciência, a produção científica, a produção de tecnologias e com o cidadão”, disse Juliana Fraga. “Descaso com a ciência, com o meio ambiente, com os estudantes, com quem paga os impostos e com a vida, que é colocada em risco”, completou.

Governo contra a ciência

“Mais um ataque do governo Bolsonaro ao Inpe. Dessa vez, em pleno lançamento do satélite Amazônia 1. Ao invés de aprender com os erros e incentivar a ciência, valorizar os servidores, investir em tecnologia e fortalecer a economia com o fortalecimento de nossas indústrias na produção de novos projetos - de maneira desumana, o desgoverno atual retira verba do Instituto e deixa 107 pesquisadores sem renda”, afirmou Amélia Naomi.

Valores

Segundo o Inpe, seriam necessários R$ 4 milhões para as bolsas. O Ministério da Ciência e Tecnologia informou ao jornal que está "empenhado em obter os recursos orçamentários requeridos para manter o pagamento regular das bolsas PCI".

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALETodos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Desenvolvido por
Distribuido por