Sessão Extra: Câmara debate veto de Ortiz a projeto sobre tempo de espera na saúde

Veto total

A Câmara de Taubaté analisa nessa terça-feira (24) um veto total do prefeito Ortiz Junior (PSDB) a um projeto dos vereadores Digão (PP) e Neneca (PDT).

Tempo de espera

Aprovado pela Câmara em setembro, o projeto estabelece que unidades de saúde de urgência e emergência divulgarão o tempo estimado de espera e o número de pacientes que aguardam atendimento, classificados por tipo de procedimento e gravidade.

Painel eletrônico

Ainda segundo o projeto, as informações serão divulgadas em local visível e acessível ao público, preferencialmente por meio eletrônico. Objetivo é “evitar que surjam ruídos ou indignações pela demora no atendimento”.

Parecer

O veto de Ortiz foi amparado emo parecer da Secretaria de Saúde, que apontou que “unidades de urgência e emergência são locais de atendimento diferenciado, pois visa atender as situações de risco de vida, motivo pelo qual a ordem de atendimento é realizada pela classificação de risco do paciente”.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.