Política

'Morosidade da vacinação comprometeeficácia da redução de mortes', diz estudo

Publicado em 13/03/2021 às 02:00Atualizado há 24/07/2021 às 04:01

CAMPANHA. Dois estudos evidenciam como a morosidade da vacinação contra a Covid-19 no Brasil pode comprometer a eficiência da campanha para redução de mortes pela doença. Eduardo Massad, professor da Faculdade de Medicina da USP (Universidade de São Paulo), estima que cerca de 127 mil vidas seriam poupadas até o fim de 2021 se o Brasil tivesse começado a vacinar em massa em 21 de janeiro, algo em torno de 2 milhões de doses ao dia. A média atual tem sido de 2.000 pessoas imunizadas diariamente --10% do considerado ideal..

Siga OVALE nas redes sociais
Copyright © - 2021 - OVALE
Todos os direitos reservados. | Política de Privacidade
Distribuído por:
Desenvolvido por: