Após recurso, Justiça Eleitoral libera candidatura de Professor Ronaldo em Taubaté

Após ter o pedido de registro de candidatura negado inicialmente, candidato do PSOL à Prefeitura apresentou à Justiça as certidões que faltavam

Após recurso apresentado, a Justiça Eleitoral de Taubaté voltou atrás e deferiu o pedido de registro de candidatura de Professor Ronaldo (PSOL) à Prefeitura.

No dia 22, o juiz Jorge Alberto Passos Rodrigues havia indeferido o pedido sob a alegação de que Ronaldo “deixou de apresentar as certidões criminais da Justiça Estadual de 1º e 2º graus”.

Em recurso, Ronaldo apresentou o documento que faltava, o que fez o juiz rever a decisão e liberar a candidatura do postulante do PSOL.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.