Pandemia do coronavírus suspende 80 contratos em Jacareí

Segundo a prefeitura, cortes não implicam em economia, já que parte do recurso foi destinado para combate ao vírus

Thaís Leite @_thaisleite | @jornalovale

A pandemia do novo coronavírus foi responsável por suspender aproximadamente 80 contratos que vigoravam este ano na prefeitura de Jacareí. As suspensões incluem a área de educação, esportes, desenvolvimento econômico, mobilidade urbana, água e esgoto, e, inclusive, a saúde.

O levantamento aparece em retorno apresentado pelo governo Izaias Santana (PSDB) ao vereador Arildo Batista (PTB) e inclui, além dos 80 contratos suspensos, ao menos mais 50 que foram encerrados ou sofreram uma redução no mesmo período.

Segundo a prefeitura, os cortes não implicariam, necessariamente, em uma economia aos cofres públicos.

"Isto porque parte dos valores dos contratos suspensos foram utilizados em ações que se fizeram necessárias em virtude da situação de pandemia, como, por exemplo, o Vale Merenda", diz trecho do texto.

Dos contratos afetados, ao menos quatro seriam relativos a consultas na área da saúde. Questionada sobre, a prefeitura informou que eram médicos generalistas que atuavam vinculados às UBSs (Unidades Básicas de Saúde).

"Não houve prejuízo à população em função do edital de credenciamento emergencial bem como pelo suprimento de profissionais pelo Programa Mais Médicos", justificou o município, em nota..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 23 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.