Litoral Norte é líder em isolamento

São Sebastião tem se consolidado como a cidade do estado com maior nível de isolamento social até o momento

Da redação @jornalovale | @jornalovale

As cidades do Litoral Norte têm sido campeãs de isolamento social quando comparadas aos demais municípios do estado de São Paulo.

O isolamento é estratégia adotada na quarentena estadual para controlar a disseminação do novo coronavírus. Segundo o Centro de Contingência do governo João Doria (PSDB), é necessário que as cidades atinjam o percentual de 70% para que o sistema de saúde seja suficiente para atender todos os que ficarem doentes pelo novo coronavírus.

Até o dia 24 de abril, São Sebastião foi a cidade que alcançou o maior índice de isolamento em São Paulo: 75%. A marca foi atingida no dia 4 de abril e antecede o nível de 74% nos dias 31 de março e 1º de abril. O município foi apontado pelo governador João Doria (PSDB) como o líder em isolamento na maioria dos dias, por meio de verificação do Simi (Sistema de Monitoramento Inteligente).

Em Ubatuba os índices alcançados também foram altos. No dia 4 de abril e no dia 19 de abril fora registrada a marca de 72% de isolamento.

Caraguatatuba, a maior do Litoral Norte, teve números mais baixos, mas ainda altos quando comparados às demais cidades do estado. No dia 19, o município chegou a 67% de isolamento.

Ilhabela não é monitorada pelo sistema do governo..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 13 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.