Estudo do FED e do MIT mostra recuperação de cidades isoladas após a gripe espanhola

PRECOCE. Estudo de economistas do FED (Banco Central Americano) e da Escola de Negócios e Gestão do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts) sobre o impacto do distanciamento social na pandemia da gripe espanhola, em 1918 nos EUA, concluiu que as cidades e regiões que adotaram medidas restritivas precocemente e por mais tempo tiveram menos perdas e desorganização no sistema de saúde. Elas também se recuperaram mais precocemente no emprego, na produção industrial e na retomada da economia..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 13 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.