Quarentena atrasa entrega do COI em Jacareí, diz governo

Promessa de governo, sistema de monitoramento teve previsão de entrega adiada para o fim do primeiro semestre

Thaís Leite @_thaisleite | @_thaisleite

Prevista anteriormente para março deste ano, a entrega do COI (Centro de Operações Integradas) de Jacareí foi transferida para o fim de junho. Segundo a prefeitura, o atraso se deve à quarentena do novo coronavírus, que impactou diretamente no cronograma de implantação.

De acordo com a Secretaria de Segurança e Defesa do Cidadão, as principais pendências são as licenças da EDP São Paulo, responsável pela energização do sistema para funcionamento das câmeras, e do DER (Departamento de Estradas de Rodagem), que autoriza a instalação das câmeras em trechos de rodovias estaduais. A quarentena teria sido responsável ainda pela suspensão da capacitação dos servidores responsáveis por operar o sistema.

O COI chegou a ser previsto pelo prefeito Izaias Santana (PSDB) para operar ainda em 2017. O sistema deve ser composto por 116 câmeras posicionadas em locais considerados estratégicos, como as vias de acesso ao município. O sistema será implantado pela empresa Telemática Sistemas Inteligentes, ao custo de cerca de R$ 5,4 milhões..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.