Defensoria pede adoção de medidas para grupos vulneráveis em Jacareí

VULNERABILIDADE. A Defensoria Pública enviou um ofício à Prefeitura de Jacareí em que pede por políticas públicas para proteger grupos vulneráveis do coronavírus.

No documento, o órgão aponta estudos que indicam que as maiores vítimas dos efeitos mais graves da pandemia serão a população residente nas periferias.

Entre as medidas recomendadas estão a distribuição de itens de higiene, vagas em hotéis para quem não tiver condições, distribuição de cesta básica ou renda básica, além de acolhimento de vítimas de violência doméstica.

Em nota, a prefeitura informou que os serviços essenciais voltados à população em situação de vulnerabilidade continuam no município. As unidades do Cras (Centro de Referência de Assistência Social) realizam seus atendimentos, com a distribuição de cestas básicas acompanhadas de esclarecimentos sobre as atividades nos centros de referência. Sobre o acolhimento de vítimas de violência, a prefeitura informou que o serviço não chegou a ser interrompido, assim como a abordagem de pessoas em situação de rua.

"Quanto ao hotel, existe de fato um estudo e um esforço nesse sentido. A Prefeitura irá se manifestar em breve"..

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.