Homenagens representam 30% da pauta da Câmara de Jacareí

Por mês, a Casa Legislativa apresenta entre dois ou três projetos que se enquadram na mesma categoria

Da redação @jornalovale | @jornalovale

Projetos que envolvem homenagens representam aproximadamente 30% do que se é discutido hoje na Câmara de Jacareí. Somente na sessão desta quarta-feira, três dos cinco projetos abrangem a mesma categoria.

Atualmente, a cidade de Jacareí conta com 201 datas comemorativas em seu calendário oficial. Destas, ao menos 35 são celebradas em sessões solenes noturnas. Mesmo assim, por mês, os vereadores apresentam ao menos dois ou três projetos que se enquadram no tema.

Desde o ano de 2017, foram 20 títulos de cidadania protocolados na Casa, além de 70 projetos relacionados a nomes de ruas e praças, criação de datas e outras solenidades.

Somente na sessão desta quarta-feira, vota-se a denominação da Rua Particular como Rua Antônio Lopes da Costa; pode ser instituída uma solenidade em homenagem à Guarda Civil Municipal de Jacareí e pode ser concedido um título de cidadania a um munícipe -- que somente tem nome revelado caso a proposta seja aprovada pelos parlamentares.

No caso do projeto que quer instituir homenagem à Guarda Civil, já existe o decreto da "Láurea de Mérito Profissional", em que anualmente, em sessão solene, são homenageados Guardas Civis e agentes da Defesa Civil que tenham se destacado. Para o vereador Juarez Araújo (PSD), autor do projeto, uma nova homenagem é necessária da mesma forma.

"Entendemos que toda a corporação mereça reconhecimento pelos elogiosos trabalhos prestados ao município, não raras vezes cada um de seus integrantes colocando a própria vida em risco e, par isso, a importância da solenidade que ora pretendemos", defende, Juarez.

Os vereadores que mais protocolaram projetos desta categoria foram a Lucimar Ponciano (PSDB), o Fernando da Ótica (Republicanos) e o Rodrigo Salomon (PSDB)..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.