Região investiga mais de 1.200 casos suspeitos de coronavírus

Apenas nessa terça-feira, o número de casos em investigação na região aumentou 23,5%, saltando de 975 na segunda para 1.205 ontem; dos 39 municípios do Vale do Paraíba, 32 já registram casos suspeitos de Covid-19

Da redação @jornalovale | @jornalovale

Os municípios da região investigam mais de 1.200 casos suspeitos do Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. O levantamento, feito pela reportagem com base em dados divulgados pelas prefeituras até a noite dessa terça-feira, mostra o registro de casos suspeitos em 32 das 39 cidades da região.

Apenas nessa terça-feira, o número de casos em investigação aumentou 23,5%, saltando de 975 na segunda para 1.205 ontem.

Esse 'boom' de casos suspeitos foi turbinado por São José dos Campos, onde os casos em investigação passaram de 265 na segunda-feira para 461 na terça, um crescimento de 73,9%.

Também investigam casos as cidades de Taubaté (171), Pindamonhangaba (93), Jacareí (84), Ubatuba (61), Caçapava (55), Lorena (49), Caraguatatuba (49), Campos do Jordão (34), Guaratinguetá (21), Aparecida (20), São Sebastião (17), Cachoeira Paulista (12), Ilhabela (12), Cruzeiro (10), Igaratá (9), Tremembé (9), Lagoinha (4), Canas (6), Cunha (4), Piquete (4), São Bento do Sapucaí (4), Paraibuna (4), Bananal (2), Lavrinhas (2), Santa Branca (2), Silveiras (1), Potim (1), Roseira (1), São Luiz do Paraitinga (1), São José do Barreiro (1) e Queluz (1).

As sete cidades que ainda não têm nenhum caso suspeito são Arapeí, Areias, Jambeiro, Monteiro Lobato, Natividade da Serra, Redenção da Serra e Santo Antônio do Pinhal.

CONFIRMAÇÕES.

O número de casos positivos na região voltou a crescer nessa terça-feira, passando de 40 para 42.

Um dos novos casos foi confirmado em São José dos Campos, que passou a ter 33 registros, sendo responsável por 78% de todos os casos da região.

Jacareí confirmou nessa terça-feira seu terceiro caso da doença: uma mulher de 50 anos, que passa bem e está em isolamento domiciliar.

Os outros casos confirmados estão distribuídos em quatro cidades: São Sebastião (2), Taubaté (2), Lorena (1) e Pindamonhangaba (1)..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 8,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.