Em novo atraso, entrega de HR do Litoral fica para março

Hospital Regional do Litoral Norte, que era para ter sido entregue em 2018, aguarda prédio de radioterapia e equipamentos

Thaís Leite @_thaisleite | @_thaisleite

Previsto para ser entregue em dezembro do ano passado, o Hospital Regional do Litoral Norte tem agora previsão de abrir as portas até o final de março.

A obra, que teve início em 2016, tinha previsão de ser concluída em julho de 2018. Depois, o prazo foi estendido para março, outubro e dezembro de 2019 -- mas continua de portas fechadas.

De acordo com o governo estadual, a obra física da unidade foi concluída, mas ainda estão em andamento a construção do prédio de radioterapia e a compra de equipamentos para que seja feita a ativação do hospital.

O Instituto Sócrates Guanaes, já responsável pela administração do Hospital Regional de São José dos Campos, também foi o selecionado para a gestão em Caraguatatuba. A contratação foi publicada no Diário Oficial de 21 de dezembro.

Segundo a Secretaria de Saúde, a OSS (Organização Social de Saúde) está contratando os profissionais e o funcionamento do serviço ocorrerá no primeiro trimestre.

O novo hospital tem custo de R$ 188 milhões para construção e equipamentos.

A unidade deve ficar responsável pelo atendimento de doenças de maior complexidade no Litoral e contar com 220 leitos..

 

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.