Relação 'Arco e BID' será mostrada na quinta, afirma prefeito

Após o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) informar que não financia a obra do Arco da Inovação, o governo Felicio Ramuth (PSDB) anunciou que irá apresentar nessa quinta-feira documentos que comprovariam que os recursos usados "têm como origem o empréstimo".

"Nós vamos mostrar todos os documentos, desde o momento em que a obra foi aceita pelo BID, depois todos os acompanhamentos da obra feitos pelo BID, até o momento em que o BID aponta que não está financiando a obra estaiada. Nós vamos explicar como esses recursos têm origem no BID e só podem ser utilizados em obras de infraestrutura", disse o prefeito em entrevista a OVALE e SPRio nessa terça-feira.

Orçada inicialmente em R$ 48,517 milhões, a obra já custa R$ 58,26 milhões.

Assinar OVALE é

construir um Vale melhor


OVALE nunca foi tão lido. São mais de 7,5 milhões de acessos por mês apenas nas plataformas digitais, além da publicação de quatro edições impressas por dia. O importante é que tudo isso vem sempre com o DNA editorial de quem é líder em todas as plataformas, praticando um jornalismo profissional, independente, crítico, plural, moderno e apartidário. Informação com credibilidade, imprescindível para a construção de uma sociedade mais livre e mais justa, em um tempo em que a democracia é posta em risco por uma avalanche de fake news. Aqui a melhor notícia é a verdade. E nós assinamos embaixo. Assine OVALE e ajude-nos a ampliar ainda mais a melhor cobertura jornalística da região.